Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
16 C
Lisboa
More

    Executivo disponibiliza cerca de 8 milhões de dólares para investigação científica

    O Executivo vai disponibilizar cerca de oito milhões de dólares para o financiamento de projectos de investigação científica, anunciou esta quarta-feira, em Luanda, a vice-presidente da República, Esperança da Costa.

    A vice-presidente falava na abertura da 8ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia e da 3ª Feira de Ideias, Inovações e Empreendedorismo de Base Tecnológica.

    Segundo Esperança da Costa, este ano será lançado um edital que vai estabelecer o processo de financiamento de projectos de investigação científica.

    Informou ter sido já criada a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDECIT) para reforçar o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia.

    A vice-presidente faz saber ainda que estão em avaliação 199 candidaturas de projectos de investigação, submetidas em resposta aos editais lançados em 2022, cuja aprovação deve ser rapidamente concluída para serem financiados a partir de 2024.

    No mês em curso, reportou, as 28 instituições de ensino superior públicas (IES) receberam a quota financeira específica para a investigação científica, incluída no Orçamento Geral Estado (OGE) de 2023, totalizando mil milhões e noventa milhões de kwanzas.

    No entanto, exortou para melhor aproveitamento das oportunidades de candidatura ao financiamento à investigação científica, oferecidos por organismos aos quais Angola aderiu, como o Centro de Ciências da África Austral para Mudanças Climáticas e Gestão Adaptativa dos Solos (SASSCAL) e o Centro Internacional de Engenharia Genética e Biotecnologia.

    Esperança da Costa informou, ainda, que no próximo ano as instituições de ensino superior e o Centro Nacional de Investigação Científica irão dispor de mais docentes e investigadores científicos, com a admissão de 923 quadros para estas carreiras especiais, através de concurso público de ingresso, a ser aberto em breve.

    Referiu que, apesar das limitações orçamentais, está em curso a concepção dos projectos executivos do Hospital Universitário da Universidade Agostinho Neto e de uma nova fase da Universidade do Namibe para que as respectivas obras possam arrancar nos próximos tempos.

    A vice-presidente da República assegurou que foram desencadeados procedimentos de garantia de financiamento para a construção e apetrechamento de novas instalações académicas para as universidades Agostinho Neto, Katyavala Bwila, Mandume Ya Ndemufayo, José Eduardo dos Santos e o Instituto Superior de Ciências de Educação de Benguela.

    Acrescentou estarem em andamento concursos para que se iniciem, em 2024, as empreitadas de construção e apetrechamento de infra-estruturas para os institutos superiores politécnicos do Bié, Moxico, de Ndalatando e de Ondjiva.

    Informou que, com fundos do Banco Mundial, vão ser melhoradas as infra-estruturas académicas dos institutos superiores de Ciências da Educação (ISCED) do Uíge, Huambo, da Huíla e da Escola Superior Pedagógica do Bengo.

    Quanto às obras da Universidade Lueji A Nkonda, no Dundo, e a empreitada financiada pela SODIAM e ENDIAMA, em Saurimo, no âmbito da responsabilidade social dessas empresas, considerou que ambas decorrem a bom ritmo.

    Deu a conhecer, de igual modo, que o Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC) está completamente reabilitado e deverá ser reinaugurado em 2024.

    Esperança da Costa salientou que o Executivo tem promovido, sobretudo nas instituições de ensino superior, concursos de inovação e a criação de incubadoras de empresas, inseridas em programas de empreendedorismo académico, para fomentar ideias criativas e transformá-las em negócios viáveis, ajudando a criar oportunidades de emprego para os jovens.

    Salientou estar prevista a inserção na grelha curricular do ensino superior o curso de empreendedorismo, com o apoio do Reino dos Países Baixos , bem como o fomento da interligação entre as instituições de ensino superior e as empresas, em parceria com os programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e para a Alimentação e Agricultura (FAO).

    Referiu que a construção do Parque de Ciência e Tecnologia de Luanda, avaliado em 35 milhões de dólares e iniciada em Fevereiro deste ano, com término previsto para o terceiro trimestre de 2025, foi motivada pela necessidade de criação e crescimento de empresas de base tecnológica, através de incubadoras de empresas, como contributo para o desenvolvimento sustentável do país.

    Segundo a vice-presidente, o referido parque terá um papel crucial no desenvolvimento do empreendedorismo na colaboração entre as instituições de ensino superior e de investigação científica, as empresas, o Governo e a sociedade, bem como na promoção da inovação, do acesso às infra-estruturas, laboratório e escritórios de apoio às actividades de pesquisa, visando fomentar e fortalecer as startups.

    A afiliação do Parque de Ciências e Tecnologia de Luanda à Associação Internacional de Parques de Ciência e Áreas de Inovação, concretizada em Setembro deste ano, facilitará a colaboração internacional, de acordo Esperança da Costa.

    A vice-presidente considerou notórios os avanços de Angola na criação de um ecossistema nacional de inovação e empreendedorismo, visando o alcance dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

    Considerou a inovação e a modernização da indústria como motores da transformação económica e centro do desenvolvimento económico e social, bem como da redução da pobreza.

    De igual modo, disse ser o empreendedorismo um dos meios de promoção do auto-emprego, e, por seu intermédio, do emprego pleno, produtivo e do trabalho decente.

    Informou que foram aprovadas 70 iniciativas de investigação científica, que serão avaliadas no evento que decorre sob o lema “Empreendedorismo tecnológico centrado na inovação inclusiva, resiliente e sustentável”. JFS/VC/ADR

    Publicidade

    spot_img
    FonteAngop

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

    O futebolista brasileiro de 40 anos negou qualquer infração durante o julgamento de três dias que decorreu este mês....

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema