Sábado, Julho 20, 2024
20.1 C
Lisboa
More

    EUA: João Lourenço deixa Washington

    O Presidente da República, João Lourenço, deixou a cidade de Washington esta sexta-feira, depois de cumprir uma jornada oficial de quatro dias, que teve como ponto alto a participação na Cimeira de Líderes EUA-África.

    Durante a sua permanência na capital norte-americana, o Chefe de Estado angolano desenvolveu uma intensa actividade, marcada por encontros com altas entidades do governo norte-americano, homólogos africanos e influentes homens de negócios.

    No quadro da cimeira, João Lourenço participou do Congresso Anual do Eximbank e integrou vários painéis, onde interveio por duas vezes, para falar, entre outros temas, sobre os avanços de Angola no domínio da produção de energia e sobre a melhoria do ambiente de negócios.

    À margem do encontro, esteve numa mesa redonda com empresários
    norte-americanos e promoveu uma reunião de alto nível com os homólogos do Burundi, Rwanda, Quénia, Uganda e Tanzânia, bem como o Ministro dos Negócios Estrangeiros do Sudão do Sul.

    A reunião avaliou o nível de implementação do Roteiro de Luanda sobre a situação de instabilidade no Leste da República Democrática do Congo (RDC), tendo os Chefes de Estado lamentado os massacres de populações civis, ainda por esclarecer, e ressaltado o papel do Mecanismo de Verificação Ad-hoc no esclarecimento dos factos.

    Ainda à margem da sua participação na cimeira, João Lourenço participou, na Casa Branca, num jantar oferecido aos líderes africanos, pelo Presidente Joe Biden, assim como concedeu várias audiências, entre as quais à administradora da USAID, Samantha Power.

    Esta sexta-feira, último dia da jornada de trabalho, o Presidente da República recebeu o secretário do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, Don Graves, o director executivo do grupo Fieldstone, Jason Harlan, e o director executivo da Hecate Global, David Wilhelm.

    A propósito da jornada do Presidente, o ministro das Relações Exteriores, Téte António, referiu, esta sexta-feira, que a agenda foi, essencialmente, dedicada à diplomacia económica.
    Do seu ponto de vista, tratou-se de uma agenda rica e proveitosa, que permitiu ao Chefe de Estado interagir com vários homólogos africanos, particularmente na sua condição de mediador da União Africana para o conflito no Leste da República Democrática do Congo.

    Neste âmbito, explicou, decorreu uma mini-cimeira, em duas partes, sendo a primeira com a participação dos Presidentes do Rwanda, Uganda, Kenya e da Tanzânia, e uma representação do Sudão do Sul.

    Reiterou que a reunião tratou da implementação do Roteiro de Luanda, sublinhando que na quinta-feira, o Presidente angolano sentou-se com o seu homólogo da RDC, Félix Tshisekedi, para avaliarem em conjunto as conclusões saídas da mini-cimeira de Washington.

    “Foi um ciclo concluído quinta-feira, neste âmbito, e pensamos que os objectivos foram atingidos. Pensamos que é um balanço bastante positivo, que levamos desta actuação Washington”, concluiu, tendo apelado para necessidade da implementação dos acordos rubricados.

    ANGOP

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Apagão global afeta companhias aéreas, bancos e hospitais

    Um dos maiores apagões cibernéticos registrados nos últimos anos afetou várias atividades nesta sexta-feira (19) em todo o planeta,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema