Terça-feira, Abril 16, 2024
14.1 C
Lisboa
More

    Estados Unidos vão enviar nova ajuda a Ucrânia e Zelenskyy avisa o Kremlin

    Do outro lado do Atlântico, novas manifestações de apoio a Kiev: os Estados Unidos anunciarão hoje mais assistência militar e o presidente brasileiro, Lula da Silva, sublinhou o apoio à “integridade territorial da Ucrânia”.

    O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy, por seu lado, frisou que o mais recente ataque russo em Zaporíjia terá “consequências”.

    “O ataque brutal com um míssil russo em Zaporíjia enfrentará a nossa resposta militar e legal. O ocupante irá, inevitavelmente, sentir a nossa força, a força da Justiça, em todos os sentidos da palavra. E quero agradecer a todas as equipas de resgate que têm trabalhado nos escombros do bloco de apartamentos que foi destruído pelo míssil”, afirmou Zelenskyy.

    Depois do presidente ucraniano admitir uma possível retirada da cidade estratégica de Bakhmut, o Exército precisou que isso só acontecerá se for “absolutamente necessário”.

    Os russos estão encurralados. Simplesmente, não podem avançar para lado nenhum, só podem tentar na área de Bakhmut, que é um símbolo para eles.

    Nos últimos seis meses, têm chamado a atenção, falando numa vitória e na prontidão para ganharem o controlo total.
    Roman Svitan
    perito militar e coronel ucraniano na reserva
    Em Borodyanka, a curta distância da capital Kiev, investigadores exumaram esta quinta-feira três corpos não identificados.

    O chefe da polícia local indicou que foram encontrados “1373 corpos de cidadãos” ucranianos desde o início da invasão russa, há um ano.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Depois da Secretária do Tesouro dos EUA, Chanceler Alemão chega à China com a missão de reduzir as tensões económicas

    O chanceler alemão, Olaf Scholz, levará uma mensagem delicada à China esta semana: Pequim ainda não agiu de acordo...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema