Sexta-feira, Abril 19, 2024
18.8 C
Lisboa
More

    Estação pública BBC suspende Gary Lineker por comparar política britânica à nazi

    O antigo futebolista inglês Gary Lineker, atual comentador desportivo, entrou em conflito com a estação de televisão pública britânica BBC e foi suspenso, num caso que levantou o debate no Reino Unido sobre a liberdade de expressão.

    A BBC decidiu suspendeu a participação de Lineker, um habitual colaborar independente (freelancer) no programa de fim de semana Match of the Day, sobre o futebol inglês, devido ao antigo goleador ter expressado uma opinião pessoal nas redes sociais contra a nova política de migração do Reino Unido, que prevê a transferência coerciva de pessoas para o Ruanda.

    O antigo futebolista fez duas publicações no Twitter sobre a política apresentada esta semana por Suella Braverman, a ministra do Interior do Reino Unido, ambas na terça-feira (7 de março), considerando na prmeira “para lá de terrível” a nova política para tentar travar a migração clandestina para a Grã-Bretanha.

    Depois, numa resposta a um comentário a essa primeira publicação, comparando as justificações do governo britânico para implementar a nova política aos mesmos argumentos usados pela Alemanha nos anos 30, em pleno período de ascensão do regime nazi.

    O governo liderado por Rishi Sunak considerou as críticas do agora comentador desportivo “inaceitáveis” e alguns deputados do Partido Conservador defenderam mesmo o despedimento de Lineker da função de comentador desportivo, na qual tem sido elogiado pela clareza que tem ajudado a dar ao jogo que o tornou uma celebridade mundial.

    Quem está contra e quem apoia Lineker
    O vice-presidente do Partido Conservador, Lee Anderson, considerou a segunda publicação de Lineker “nojenta e vil” por “usar a palavra nazi neste contexto”.

    “A BBC deve afastar-se deste tipo de comentários e questionar-se se ‘este é o tipo de comentários que esperam dos seus apresentadores financiados pelo público?’ Horrível”, escreveu Lee Anderson no Twitter, a mesma rede social onde toda a controvérsia se desenrolou até afetar a programação televisiva da BBC.

    O antigo diretor-geral da BBC, Greg Dyke, considerou que a BBC, ao suspender a colaboração de Gary Lineker, se descredibilizou porque vai parecer que a estação se vergou à pressão do Governo.

    “Existe um precedente há muito vigente na BBC de que os apresentadores de entretenimento e de desporto não estão obrigados aos mesmos regulamentos (dos jornalistas)”, afirmou Dyke, aos microfones da BBC Radio 4.

    O antigo diretor-geral da BBC considerou a publicação de Lineker aceitável porque “vivemos num mundo com liberdade de expressão”. “Ele não o disse numa emissão da BBC, ele disse-o num ‘tuíte’ privado”, reforçou Greg Dyke.

    A BBC impõe uma obrigatoriedade de imparcialidade aos funcionários efetivos da casa e até agora essa regra não incluía meros colaboradores independentes (freelancers) como Lineker.

    A suspensão do antigo avançado levou outros ilustres comentadores desportivos, como os também antigos avançados ingleses Ian Wright e Alan Shearer, a recusarem participar nos programas desprotivos da BBC, por solidariedade, o que levou a estação pública britânica a suspender este fim de semana o referido Match of the Day.

    Ian Wright garantiu, entretanto, que nem pretende regressar à colaboração com a BBC se Lineker for afastado em definitivo.

    Por Guardian, BBC

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola com dificuldades de recuperar ativos de São Vicente

    "No quadro do combate contra a corrupção e em relação à recuperação de ativos, ouvimos ontem as declarações...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema