Sábado, Maio 25, 2024
13 C
Lisboa
More

    Entidades reguladoras da comunicação propõem relacionamento com CPLP

    Logotipo da CPLP (Foto: ANGOP)
    Logotipo da CPLP (Foto: ANGOP)

    São Tomé – A plataforma das entidades reguladoras da comunicação social lusófonas decidiu quarta-feira aceitar a adesão da Guiné-Bissau e Guiné Equatorial, pretendendo uma relação institucional com a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

    Na declaração acordada no final do seu segundo encontro, que decorreu em São Tomé, refere-se que a Plataforma das Entidades Reguladoras da Comunicação Social dos Países e Territórios de Língua Portuguesa vai definir “o tipo de relação institucional a propor a Comunidade de Países de Língua Portuguesa”.

    Segundo o documento, o modelo de relacionamento com a CPLP “visa proporcionar e assegurar o desenvolvimento do sector da comunicação social nos países da comunidade”.

    Na Declaração de São Tomé, que reflecte os três dias do encontro realizado na capital são-tomense, indica-se a intenção de “dinamizar a Plataforma de Reguladores de Países e Territórios de Língua Portuguesa (PER) para preparar a estratégia de Promoção da língua portuguesa nas plataformas digitais”.

    “Conscientes do valor económico e cultural da língua portuguesa na era digital e da globalização, os membros da plataforma acordaram partilhar experiencias em futuros encontros regulares e dinamizar o seu portal digital para a troca de informações para actividades regulatória jornalística”, diz-se ainda no documento.

    “Apostando na formação de altos quadros, os membros da PER decidiram encetar contactos com instituições académicas de língua portuguesa para oferta de pós graduação e MBAs que versem sobre as temáticas da gestão da agenda mediática e da regulação editorial”, acrescenta-se na Declaração de São Tomé.

    “Nesta linha pretende-se ainda estimular a investigação e desenvolvimento de estudos sobre públicos, conteúdos e formatos nos diversos países que integram a plataforma”, concluiu o documento.

    De acordo com o programa do encontro, estão reservados para esta quinta-feira encontros com representantes de órgãos de soberania e visitas turísticas.

    São Tomé e Príncipe assumiu neste encontro a presidência da PER, que agendou o seu terceiro encontro para Outubro de 2014 em Timor-Leste ou Luanda.

    O II encontro aprovou também a adesão da Guiné Equatorial e da Guiné-Bissau como membros.  (portalangop.co.ao) 

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Como é que Itália vê a abertura de Ursula von der Leyen para cooperar com Meloni?

    Meios de comunicação social italianos descrevem a declaração da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, como ousada,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema