Sexta-feira, Julho 19, 2024
29.9 C
Lisboa
More

    Enaltecido espírito patriótico dos antigos combatente na libertação do país

    Ondjiva  – O espírito patriótico e nacionalista dos antigos  combatentes e veteranos da pátria na conquista da libertação do país foi enaltecido hoje (domingo) em Ondjiva, pela directora provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Maria João Chaves.

     A responsável, que falava num almoço de confraternização alusivo ao 15 de Janeiro, Dia consagrado aos combatentes e veteranos angolanos, disse que a coragem e bravura destes homens qajudou para a estabilidade e liberdade desta Nação.

     “É de reconhecer o valor e a vontade que sempre tiveram para que Angola se tornasse hoje num país melhor de se viver”, precisou.

     Sublinhou que, a Independência Nacional, a 11 de Novembro de 1975, constituiu a maior conquista do povo angolano e graça a entrega de muitos destes antigos combatentes na luta contra o regime colonial.

    Maria João disse constituir uma das principais preocupações da direcção, a promoção de acções que visam dar solução aos problemas dos assistidos, nomeadamente habitação, saúde, atribuição de meios de locomoção, formação e reabilitação física, com vista a proporcionar o bem-estar físico, psíquico, económico e social dos mesmos.

    Informou à Angop que, dos dois mil e 279 assistidos, 533 são antigos combatentes, 450 deficientes de guerra, 155 viúvas, 938 órfãs e 273 dependentes.

    As festividades alusivas a data dos combatentes e veteranos decorrem sob o lema “Velar pelos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria é um dever de honra do Estado e da sociedade angolana”.

    O 15 de Janeiro foi instituído e aprovado pela Assembleia Nacional durante a sua primeira sessão plenária extraordinária de 2011 e é comemorado pela primeira vez como data de celebração nacional, com vista a valorizar aqueles que prestaram o seu contributo para que o país se tornasse independente.

    A data resultou da opção pelo consenso por ser neste dia que, em 1974, foram assinados os Acordos de Alvor (em Portugal) pelos três então movimentos de Libertação Nacional (MPLA, UNITA e FNLA).

    Fonte: Angop

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Donald Trump provoca polêmica sobre Taiwan

    Donald Trump defenderá Taiwan no caso de uma invasão da China se vencer as eleições de novembro nos Estados...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema