Domingo, Abril 14, 2024
21.6 C
Lisboa
More

    Embaixadores querem mais recursos para apoio às comunidades no exterior

    Os embaixadores que estiveram reunidos desde segunda-feira em Luanda solicitaram mais recursos e apoios para o exercício de uma diplomacia mais activa e apoiar as comunidades angolanas no exterior.
    A reunião, que surgiu no cumprimento do último conselho consultivo, serviu para fazer um balanço da aplicação da estratégia de política externa do Executivo e definir posições para enfrentar os desafios actuais. Durante três dias, os participantes avaliaram o desempenho neste ano e constataram que muitas acções foram materializadas.
    Para o próximo ano, os embaixadores perspectivam mais acções para uma maior inserção de Angola  no contexto internacional e almejam maior estabilidade e prosperidade ao continenete africano.A reunião dos embaixadores foi presidida pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, e testemunhada pela presidente da Terceira comissão da Assembleia Nacional, Ângela Bragança, e altos funcionários da Presidência da República.

      Relações com o Brasil

    As relações entre Angola e o Brasil duram há décadas e foi o primeiro país a reconhecer Angola independente, disse ontem Nelson Cosme, embaixador de Angola no Brasil, no acto de encerramento da reunião dos embaixadores no Ministério das Relações Exteriores.

    Nelson Cosme disse que a reunião foi importante porque os embaixadores analisaram e reflectiram sobre o que foi e é a politica externa angolana e como estas políticas devem fazer face aos grandes desafios internacionais.
    Angola e o Brasil assinaram mais de 50 acordos que são definidos por prioridades e assentam em três pilares básicos que são a economia, as finanças e a ciência.Nelson Cosme disse que a área económica é caracterizada por projectos de infra-estruturas que vão permitir ao Executivo o cumprimento do programa de reconstrução e desenvolvimento nas infra-estruturas, pontes, habitações e outras de construção civil. A área científica pode ser enriquecida com capacidades humanas e institucionais visando a formação a um nível elevado de quadros angolanos. A área financeira está relacionada as linhas de crédito abertas pelo Brasil para os projectos.

    Edna Dala
    Fonte: Jornal de Angola
    Fotografia: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Irão lança ataque com mais de 100 drones contra Israel em retaliação

    O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema