Domingo, Abril 14, 2024
18.1 C
Lisboa
More

    Em meio a lágrimas, Vinicius Junior diz que ofensas racistas na Espanha estão tirando sua alegria de jogar

    O futebolista brasileiro Vinicius Junior derramou lágrimas ao dizer que está sofrendo para continuar motivado e gostar de jogar futebol devido às recorrentes ofensas racistas às quais é submetido na Espanha.

    Durante uma entrevista coletiva emotiva antes do amistoso da seleção brasileira contra a Espanha na terça-feira, o ponta do Real Madrid disse que está frustrado porque os torcedores continuam se safando das ofensas racistas que direcionam contra ele.

    Na temporada passada, houve 10 episódios de racismo contra o jogador de 23 anos relatados aos procuradores do Campeonato Espanhol.

    “Eu só quero jogar futebol, mas é difícil seguir em frente… cada vez tenho menos vontade de jogar (por causa das ofensas racistas)”, disse Vinicius, em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, às vezes com dificuldades para falar entre as lágrimas.

    “Não tenho pensando tanto em sair daqui (da Espanha). Se saio daqui, dou aos racistas o que eles querem.”

    “Vou seguir lutando e jogando no melhor do mundo, ganhando títulos e fazendo muitos gols, para que vejam cada vez a minha cara. Como sou um jogador atrevido, que joga no Real Madrid e ganhamos muitos títulos, é complicado.”

    O Brasil enfrentará a Espanha no Santiago Bernabéu na terça-feira, em um amistoso que faz parte de uma campanha antirracismo.

    Em maio do ano passado, o jogo do Real Madrid pelo Campeonato Espanhol no estádio Mestalla, do Valencia, foi interrompido por 10 minutos após Vinicius sofrer ofensas racistas de alguns setores das arquibancadas.

    Vinicius apontou para os torcedores que o estavam xingando antes de se envolver em uma discussão com jogadores do Valencia que o levou a ser expulso.

    O incidente gerou uma onda de apoio para o brasileiro e estimulou uma série de campanhas locais e internacionais, mas Vinicius expressou sua frustração após ser submetido a mais ofensas naquela temporada. La Liga acabou relatando vários outros casos nos últimos meses.

    “Acredito que é algo muito triste tudo que venho passando aqui a cada jogo, a cada dia, a cada denúncia minha… vem aumentando”, acrescentou Vinicius.

    “A falta das punições é muito frustrante. Se a gente começar a punir essas pessoas, não que elas vão mudar o pensamento, mas vão ficar com medo de falar, seja no estádio, onde tem câmeras… e assim vamos diminuir isso, colocar medo naquelas pessoas.”

    “Quero seguir lutando, mas é difícil. Não importa se vou ganhar ou perder os jogos, já sou um vencedor por estar aqui.”

    Publicidade

    spot_img
    FonteREUTERS

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Irão lança ataque com mais de 100 drones contra Israel em retaliação

    O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema