Sábado, Fevereiro 24, 2024
10.9 C
Lisboa
More

    Em Kiev, Sunak anuncia pacote de defesa aérea para a Ucrânia

    Primeiro-ministro britânico encontra Zelenski, reafirma apoio de seu país e promete envio de 50 milhões de libras em equipamentos bélicos, incluindo radares e sistemas antidrones.

    O novo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, fez neste sábado (19/11) sua primeira visita a Kiev, prometendo continuar o mesmo firme apoio do Reino Unido à Ucrânia fornecido por seus predecessores e anunciando um novo pacote de defesa aérea para ajudar a abater drones russos.

    “O Reino Unido sabe o que significa lutar pela liberdade”, afirmou Sunak no Twitter. “Continuamos com vocês.”

    Sunak disse em um comunicado que seu país fornecerá um novo pacote de 50 milhões de libras (R$ 320 milhões) que inclui armas antiaéreas e tecnologia, como radares para combater ataques de drones.

    O Reino Unido também disse que vai intensificar o treinamento que fornece às forças armadas da Ucrânia. “Enquanto as forças armadas da Ucrânia conseguem repelir as forças russas em terra, civis estão sendo brutalmente bombardeados do ar”, disse Sunak em seu comunicado.

    Apoio humanitário

    “Hoje estamos fornecendo uma nova defesa aérea, incluindo armas antiaéreas, equipamentos de radar e antidrone e incrementando o apoio humanitário para o inverno frio e rigoroso que se avizinha”, afirmou o premiê britânico.

    Sunak prometeu 12 milhões de libras (R$ 77 milhões) ao Programa Mundial de Alimentos da ONU e 4 milhões de libras (R$ 25,6 milhões) à Organização Internacional para as Migrações, que fornecerá geradores, abrigos, acesso a água e clínicas móveis de saúde, informa a nota do governo britânico.

    O presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, postou neste sábado um vídeo do encontro dos dois em Kiev e exaltou o apoio contínuo de Londres. “Com amigos como vocês ao nosso lado, estamos confiantes em nossa vitória. Ambas as nossas nações sabem o que significa defender a liberdade”, tuitou Zelenski.

    Depois da reunião, Sunak se reuniu com representantes dos serviços de emergência ucranianos e depositou flores em um monumento em homenagem às vítimas do conflito, conforme informações do governo britânico.

    Sunak, ex-ministro das Finanças, assumiu o cargo no dia 25 do mês passado, após o mandato de curta duração de Liz Truss. Ela e seu predecessor Boris Johnson fizeram do apoio público à Ucrânia uma parte importante de sua agenda, uma promessa de que Sunak tem mantido.

    A Rússia tem alvejado cada vez mais a infraestrutura de energia ucraniana, com ataques de longo alcance desde o mês passado, incluindo o uso do que Kiev diz serem drones de fabricação iraniana, contra os quais a Ucrânia tem buscado equipamentos de defesa aérea do Ocidente.

    EFE, Reuters

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Lula repete que governo israelense comete genocídio em Gaza e defende criação de Estado palestino

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva dobrou a aposta e reafirmou nesta sexta-feira que o governo de Israel...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema