Domingo, Abril 14, 2024
21.6 C
Lisboa
More

    Educação cívica reforça o registo

    O Ministério da Administração do Território vai intensificar, em Janeiro, a campanha de reconfirmação do registo eleitoral com a entrada em funcionamento dos agentes de educação cívica, anunciou, ontem, em Luanda, o vice-ministro Adão de Almeida.
    O vice-ministro para os Assuntos Institucionais e Eleitorais, que fez a revelação numa reunião com vice-governadores provinciais, disse que o processo, que tem a contribuição de elementos da sociedade civil, surge para minimizar as dificuldades registadas na primeira fase terminada no dia 16.
    O relatório de balanço provisório, apresentado ontem, mostra que no período de reconfirmação foram registados 5.287.769 pessoas, 386 das quais pela primeira vez.
    O relatório apresentado aos vice-governadores, coordenadores e directores provinciais dos registos, revela que foram credenciados 46 partidos políticos e 4.325 fiscais.
    No encontro, que terminou ainda ontem, os participantes concluíram que o processo de actualização decorreu de forma satisfatória, tendo em conta a grande afluência aos postos de registo eleitoral, e recomendaram a todas as formações políticas o redobrar de esforços na mobilização de potenciais eleitores.  Os participantes analisaram a estratégia de funcionamento das brigadas para a segunda fase de reconfirmação geral do registo eleitoral, a campanha de educação cívica e os meios técnicos e tecnológico de suporte.
    Adão de Almeida sublinhou que o reduzido número de brigadistas contribuiu para o fraco desempenho em algumas províncias, mas reconheceu o trabalho desenvolvido e considerou positivo o balanço geral. O vice-ministro, que disse que a reconfirmação de cerca de oito milhões de eleitores já existentes e o registo de novos são prioridades em 2012, lamentou o grande número de cartões de eleitor extraviados.
    Adão de Almeida lembrou que a Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais, recentemente aprovada, considera o cartão eleitoral documento indispensável para votar. “ Temos níveis de pedidos de segunda via de cartões muito acima do previsto”, referiu. Face a esta situação, afirmou que tem de haver capacidade para todas as pessoas que perderam os cartões voltarem a tê-los e que é necessário insistir na mensagem que quem não o tiver não pode votar. Algumas províncias ainda não divulgaram os números definitivos  do processo de  reconfirmação do registo eleitoral. Na província do  Kuando-Kubango, por exemplo, os dados provisórios indicam que o processo nos oito dos nove municípios abrangeu 102.188 cidadãos, acima dos 77.402 eleitores registados em 2008.

    O presidente da comissão provincial eleitoral disse que dificuldades de comunicação impediram o apuramento dos dados do município do Rivungo.

    Adelina Inácio
    Fonte: Jornal de Angola
    Fotografia: João Gomes

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Irão lança ataque com mais de 100 drones contra Israel em retaliação

    O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema