Segunda-feira, Junho 24, 2024
25.6 C
Lisboa
More

    Edifício da Segurança Social está em construção na Matala

    As obras de construção do futuro edifício dos Serviços de Segurança Social no município da Matala, avaliadas em 500 mil dólares, começaram, na quarta-feira, com a colocação da primeira pedra, e devem demorar seis meses.
    O coordenador de qualidade e sustentabilidade da Segurança Social, Manuel Moreira, que colocou a primeira pedra, disse, ao Jornal de Angola, que no edifício vai também funcionar o centro de emprego e empreendedorismo e uma agência do Banco de Poupança e Crédito (BPC), parceiro do Ministério da Administração Público, Emprego e Segurança Social.
    O edifício vai dispor, entre outras dependências, de uma sala de espera, outra de reuniões, área de fiscalização, produção e apoio administrativo, arrecadação, de uma rampa para acesso a pessoas com deficiência, parque de estacionamento e fontes de energia alternativa.
    A área de formação vai ter a capacidade para nove formandos, serviços de atendimento ao público e incubadora de empresas e a agência bancária, dois balcões.
    Manuel Moreira afirmou que o empreendimento vai dar emprego directo a mais de 40 pessoas e que o plano de extensão dos serviços contempla a construção, numa primeira fase, de oito empreendimentos do género nos municípios da Ganda, Caála, Icolo e Bengo, Andulo, Tômbwa, Dondo e Negage.
    A abertura das instalações do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), sublinhou, propiciam muitos benefícios ao município, na medida em que persegue o objectivo traçado pelo Executivo de aproximar os serviços básicos à população.
    “Os serviços de Segurança Nacional vão reduzir a distância de mais de 200 quilómetros percorrida pelos funcionários públicos, pensionistas e empresas dos municípios da zona Este da província da Huíla até ao Lubango, para tratar de assuntos relacionados com a reforma”, disse.
    Depois da Matala, a delegação do Instituto Nacional de Segurança Social, encabeçada pelo coordenador de qualidade e sustentabilidade, deslocou-se ao município do Tômbwa, província do Namibe, com o mesmo propósito.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Costa do Marfim, Namíbia e Africa do Sul estão na mira das grandes petrolíferas, à medida que a exploração offshore se intensifica

    À medida que as grandes empresas petrolíferas retornam à exploração offshore, as águas profundas da África Ocidental se...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema