Segunda-feira, Julho 15, 2024
19.6 C
Lisboa
More

    Diamantes com sinais animadores

    Ministro Joaquim David ao cumprimentar colaboradores e parceiros depois de ter anunciado importantes decisões e números do sector

    A produção de diamantes, que esteve nos níveis mais baixos em 2010, mostrou em 2011 sinais evidentes de grande retoma com o alcance de 8,600 milhões de quilates, de acordo com o ministro da Geologia e Minas e da Indústria, Joaquim David, que falava durante a cerimónia de cumprimentos de ano novo que reuniu responsáveis do sector e de empresas parceiras da instituição.
    Joaquim David revelou que o trabalho de prospecção vai garantir aumentos significativos da produção a partir de meados de 2012, acrescentando que se registaram incrementos na prospecção de ouro, fosfato, cobre e ferro.
    O ministro assegurou ainda que a aprovação do novo código mineiro e o plano nacional da Geologia vai garantir o arranque de vários projectos de exploração mineira e contribuir de forma mais significativa para a formação do Produto Interno Bruto (PIB) angolano.
    Em relação à indústria transformadora, Joaquim David anunciou a instalação de 210 novas unidades privadas, avaliadas em 800 milhões de dólares norte-americanos, quando em 2010 resumiam-se a 180 fábricas e 478 milhões de dólares de investimento.
    Como consequência dos investimentos na indústria transformadora, o ministro declarou que a iniciativa permitiu a criação de nove mil postos de trabalho. “As indústrias que mais contribuíram para a evolução positiva do sector foram a alimentar, bebidas, química e madeira”, realçou o ministro.
    Joaquim David anunciou o relançamento da indústria têxtil, com a reabilitação da Textang II, seguindo-se acções idênticas nas províncias de Benguela e Kuanza-Norte, além da instalação de uma unidade de descaroçamento e fiação de algodão em Malange.
    O titular do pelouro estimou que, com a construção de uma fábrica de cimento na província do Kuanza-Sul, a nova unidade Cimangola Secil Lobito e outras, Angola torna-se auto-suficiente nesse produto. “Este ano serão instaladas cerca de 13 novas cerâmicas e fábricas de tintas e vernizes”, informou.

    Joaquim David afirmou, igualmente, que estão em fase de preparação projectos no domínio siderúrgico para o fabrico de varões de aço, construção civil, produção de açúcar e moageiras.
    Relativamente ao apoio às pequenas e médias empresas (PME’s), o ministro da Geologia e Minas e da Indústria informou terem sido criados 18 grupos de trabalho que, em colaboração com os governos provinciais e o empresariado, vão projectar 492 novos projectos industriais e respectivos estudos, dos quais 105 já estão em análise pela banca comercial.
    “Está agendado para a aprovação do Conselho de Ministros, um financiamento para a construção de um centro avançado de tecnologia industrial em Viana com a colaboração da Coreia do Sul”, informou.

    Fonte: Jornal de Angola
    Fotografia: José Cola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump é retirado de comício na Pensilvânia após disparos

    O ex-presidente americano Donald Trump, candidato à reeleição, foi retirado do palco neste sábado durante um comício na Pensilvânia,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema