Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
19.2 C
Lisboa
More

    Desemprego jovem é elevado na SADC

    Os ministros do Trabalho e os parceiros sociais da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) concluíram ontem, em Luanda, que o desemprego entre os jovens constitui uma ameaça para a paz e estabilidade dos Estados-membros da região.
    Numa declaração tornada pública no final do encontro que decorreu desde o dia 24, os ministros apelam aos governos, empregadores e à sociedade em geral para que, com o apoio da Comissão da União Africana e parceiros internacionais, trabalhem na elaboração de propostas e planos concretos com vista à eliminação do desemprego de forma sustentável.
    Os ministros e parceiros sociais recomendam ao secretariado da SADC que elabore um plano estratégico, com vista a impulsionar a criação de oportunidades de emprego em cada Estado-membro.
    Os ministros consideram “bastante elevadas” as taxas de infecção da tuberculose na indústria mineira. Concluíram que a tuberculose neste sector é agravada pela silicose e as deficientes condições de vida dos mineiros.
    Os ministros do Trabalho e os parceiros sociais aceitaram a proposta de Moçambique para acolher o próximo encontro, em 2013.

    Reforço de parcerias

    Durante a cerimónia de abertura da reunião, o ministro de Estado e da Coordenação Económica, Manuel Vicente, defendeu o reforço de parcerias entre o Estado, sindicatos, e associações empregadoras dos países da SADC.

    Discursando em representação do Chefe do Executivo, José Eduardo dos Santos, Manuel Vicente apelou à inserção dos jovens na vida activa, em particular os candidatos ao primeiro emprego.
    Manuel Vicente pediu aos ministros do Trabalho da SADC, para que dediquem uma especial atenção ao reforço da capacidade institucional do sistema de emprego e formação profissional nos respectivos países.O ministro lembrou que o Executivo angolano implementou um conjunto de políticas para promover a inserção dos jovens e desmobilizados de guerra na vida activa e mecanismos com vista a facilitar a criação de pequenos e médios negócios.

    De acordo com Manuel Vicente, os Estados-membros da SADC devem ainda garantir infra-estruturas básicas e dar formação profissional, para promover o desenvolvimento social e económico na região.O encontro dos ministros do Trabalho e os parceiros sociais da SADC foi antecedido da reunião de peritos, decorrida entre os dias 24 e 26 deste mês, que analisou as “experiências dos programas sobre o empreendedorismo nos países da SADC”, os “relatórios dos Estados-membros no Conselho de Administração do Bureau Internacional do Trabalho” e o ‘’código de conduta sobre tuberculose na indústria mineira”, entre outros temas.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola reafirma compromisso com Programa de Acção de Doha

    Angola reafirmou, esta segunda-feira, na sede das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, o seu compromisso com...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema