Segunda-feira, Julho 22, 2024
18.4 C
Lisboa
More

    Cunene tem 35 monumentos e sítios por classificar

    Trinta e cinco novos monumentos e sítios históricos não classificados serão apresentados ao Ministério da Cultura, com vista a sua classificação como património cultural nacional, informou hoje, em Ondjiva, o director da Cultura, Celestino Vicente.

    Em declarações à Angop, a propósito do 8 de Janeiro (Dia da Cultura Nacional), o responsável disse que a descoberta destes monumentos e sítios históricos vai permitir que se faça um inquérito, antes da sua proposta e da devida classificação.

    Referiu que a descoberta dos mesmos é resultado de um trabalho feito no interior da província, numa estreita colaboração com as autoridades tradicionais e outros idosos, enquanto fontes orais com domínio dos acontecimentos históricos.

    Explicou que, além destes, na região são controladas sete monumentos e sítios históricos classificados, como o memorial do Rei Mandume-Ya-Ndemufayo, em Oihole, Vale do Pembe, em Xangongo, a Chana de Mufilo, município de Ombadja, Embala Grande, local onde eram sepultados os reis.

    Celestino Vicente sublinhou que a Direcção Provincial da Cultura em 2011 desenvolveu um conjunto de acções como o projecto de investigação da recolha da tradição oral, que envolveu várias actividades, a realização e organização do Carnaval, a continuação do levantamento dos monumentos e sítios históricos novos não classificados para a constituição da lista indicada.

    Sublinhou ainda que participou-se na segunda fase da Feira Internacional do Artesanato, no Variante 2011, bem como a realização de um encontro com as entidades religiosos, que visou transmitir os 11 compromissos da criança, para a sua melhor divulgação e cumprimento a nível das comunidades.

    O Dia da Cultura Nacional foi instituído em 1986, devido ao discurso pronunciado pelo primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, em 1979, na tomada de posse dos corpos gerentes da União dos Escritores Angolanos (UEA).

    A data foi aprovada pelo decreto nº21 e publicado no Diário da República nº 87, I série, de Novembro de 1986, em alusão ao discurso sobre a Cultura Nacional.

    Fonte: Angop

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump diz que Kamala Harris será mais fácil de derrotar do que Biden

    O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, disse à CNN neste domingo que acha que será...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema