Sábado, Março 2, 2024
14.8 C
Lisboa
More

    Cuanza Sul: Ministro da Defesa valoriza exercícios militares das tropas da SADC

    O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, disse nesta quinta-feira, que a realização de exercícios militares sobre operações de reposição ou manutenção da paz nas suas diversas vertentes afigura-se como uma das apostas dos estados para aprimorar as capacidades de resposta às situações de crise e assistir às populações afectadas por conflitos ou calamidades naturais.

    Ministro da Defesa Nacional, João Lourenço (Esq.), exibe quadro fotográfico na companhia de um militar (Foto: Clemente dos Santos)
    Ministro da Defesa Nacional, João Lourenço (Esq.), exibe quadro fotográfico na companhia de um militar (Foto: Clemente dos Santos)

    O governante discursou na vila do Waco-Cungo, sede municipal do Celes, província do Cuanza Sul, na cerimónia de encerramento do exercício conjunto das tropas especiais das forças armadas dos estados membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), denominado “Vale do Keve
    2014”.

    “Os exercícios conjuntos tornam-se verdadeiros mecanismos multilaterais de concertação e de coordenação de esforços, pois é essencial na medida em que destina-se igualmente a consolidar a estabilidade, bem como cimentar a cooperação e a aproximação entre os povos da região da SADC, particularmente a sociedade castrense”, referiu.

    Deste modo, acrescentou o também general na reserva, a necessidade de preparação das forças militares conjuntas, principalmente o desenvolvimento de técnicas e doutrinas para investir nos períodos de crise, constitui sempre uma aposta certa para alavancar os factores de convivência segura entre os países deste espaço regional.

    Nesta perspectiva, João Lourenço disse que a realização deste exercício constitui um acontecimento relevante, cujo objectivo não é apenas assegurar a capacidade de reacção em tempo útil, mas sobretudo promover a paz, as relações de boa vizinhança e acelerar passos certos rumo à uma integração regional com benefícios acrescentados ao bem-estar das nossas populações.

    “Estamos assim perante um desafio que nos aconselha a realização de acções como esta, a fim de desencorajar qualquer agressão”, asseverou o governante, diante do governador da província do Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, do ministro da Economia, Abraão Gourgel, e dos chefes dos Estados Maiores das forças armadas dos países da SADC, entre outros convidados.

    Participaram nas manobras, iniciadas a 1 de Agosto último, cerca de mil e 700 tropas especiais dos exércitos de Angola, da República Democrática do Congo, do Lesoto, da Namíbia, do Zimbabwe, da África do Sul e da Zâmbia. (portalangop.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    PGR realça empenho no combate à criminalidade económico-financeira

    O Procurador-Geral da República (PGR), Hélder Pitta Groz, sublinhou esta sexta-feira, em Luanda, que o esforço e empenho da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema