Domingo, Abril 14, 2024
25.8 C
Lisboa
More

    Croácia adota o euro e entra no espaço Schengen

    A Croácia adotou o euro como moeda neste sábado (31) à meia-noite (20h de Brasília) deste sábado, e se tornou o 27º país a integrar o espaço Schengen de livre circulação, dois grandes passos para este pequeno país dos Bálcãs, que entrou na União Europeia há cerca de uma década.

    A Croácia se despediu de sua moeda, a kuna, para se tornar o vigésimo membro da zona do euro.

    Ao mesmo tempo, o país se tornou o 27º Estado a aderir ao espaço Schengen, uma ampla região com mais de 400 milhões de europeus que podem viajar livremente, sem controles nas fronteiras domésticas.

    Este espaço é integrado principalmente por países da UE, além de Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein.

    A presidente da Comissão Europeia (braço executivo da UE), Ursula von der Leyen, viajará ao país neste domingo para celebrar estes dois acontecimentos, informou o governo croata na sexta-feira.

    A Croácia se tornou independente da Iugoslávia em 1991, após uma guerra em que morreram cerca de 20.000 pessoas e desde julho de 2013 fazia parte da UE.

    As entradas na zona do euro e no espaço Schengen representam “dois objetivos estratégicos para alcançar uma maior integração na UE”, destacou na quarta-feira o premier croata, o conservador Andrej Plenkovic.

    “O euro trará certamente maior estabilidade e segurança” econômica, disse à AFP Ana Sabic, dirigente do banco central croata.

    Diante da atual crise energética, acentuada pela guerra na Ucrânia, a economia croata sofreu em novembro com uma inflação de 13,5%, superior à média de 10% na zona do euro.

    Para Babic, todos os setores da sociedade, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, vão se beneficiar da adoção do euro, graças à redução do risco em todas as taxas de câmbio e a melhores condições para empréstimos.

    O euro já está muito presente na Croácia, um país turístico, onde 80% dos depósitos bancários são nesta moeda e a maioria dos clientes internacionais de suas empresas provém de países que usam a moeda única europeia.

    No entanto, a população em geral teme que a mudança da moeda aumente a inflação.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Haiti já tem Conselho Presidencial, mas ainda não se sabe quem vai liderar o país

    A instituição do Conselho Presidencial pode ser a última esperança para o restabelecimento da ordem no Haiti, onde a...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema