Quarta-feira, Junho 19, 2024
19.9 C
Lisboa
More

    Crédito bruto cifrado em Kz 5,25 biliões e cresce 4,68%

    O crédito bruto ao sector não financeiro cifrou-se em 5,25 biliões de kwanzas, em Outubro deste ano, um aumento de cerca de 224,80 mil milhões de Kwanzas (4,68%) face ao período homólogo

    De acordo com o relatório mensal do Banco Nacional de Angola a que ANGOP teve acesso, do valor disponibilizados pelas instituições financeiras, 91,81% representa endividamento do sector privado (empresas privadas e particulares) e 8,19% do sector público(administração pública e empresas públicas).

    O endividamento do sector público não financeiro totalizou 411,54 mil milhões de Kwanzas, dos quais, 67,72% referentes à administração pública e 32,28% às empresas públicas.

    Se comparado com o período homólogo, registou-se um aumento de 61,82 mil milhões de Kwanzas (17,68%).

    Já o endividamento do sector privado registou um aumento de 162,97 mil milhões de kwanzas (3,66%), ao passar de 4,45 bilioes de kwanzas (Outubro de 2021) para 4,61 biliões de kwanzas (Outubro de 2022).

    Deste volume, o endividamento das empresas privadas não financeira corresponde a 3,61 biliões de kwanzas, com um ligeiro aumento na ordem dos 34,59 mil milhões de kwanzas (0,97%), enquanto que o credito concedido à particulares corresponde a 997,93 mil milhões de kwanzas, com um aumento de Kz 128,37 mil milhões (14,76%).

    Para o sector real, no mês de Outubro, o crédito bruto do sector não financeiro alocado neste segmento da economia somou 1,06 biliões de kwanzas, representando 20,93% sobre o crédito total bruto do sector bancário.

    Comparativamente ao período homólogo, observa-se um aumento de 129,17 mil milhões de kwanzas.

    O crédito bruto concedido no âmbito dos Avisos do BNA de fomento ao sector real totalizou 677,27 mil milhões de kwanzas, o que corresponde a 63,60% do total de crédito ao sector real.

    Em termos de sector de actividade económica do crédito total concedido ao sector real, no período em análise, destaca-se a indústria transformadora com 379,57 mil milhões de kwanzas (35,64%), dos quais, 360,68 mil milhões de Kwanzas (57,94%) correspondente ao crédito ao abrigo dos Avisos do Banco Central.

    A agricultura segue, com a produção animal, caça, floresta e pesca com 516,48 mil milhões de kwanzas (48,50%), sendo que, 39,71%, ou seja, 247,25 mil milhões de kwanzas.

    A indústrias extractiva também consta da list, com 168,89 mil milhões de Kwanzas (15,86%), deste 14,63 mil milhões de Kwanzas (2,35%) concedidos também ao abrigo dos Avisos sobre a concessão de crédito ao sector real.

    ANGOP

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Nvidia torna-se empresa mais valiosa da bolsa do mundo

    A fabricante de semicondutores Nvidia se tornou, nesta terça-feira (18), a empresa mais valiosa do mundo, superando Apple e...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema