Sábado, Abril 20, 2024
20 C
Lisboa
More

    Covid-19: Cerca sanitária no Hoji-ya-Henda aguarda resultados

    O levantamento da cerca sanitária do bairro Hoji-Ya-Henda, município do Cazenga, em Luanda, está dependente dos resultados de mil e 500 amostras que estão em processamento laboratorial e da avaliação do risco epidemiológico, anunciou esta segunda-feira a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

    De acordo com a ministra, que falava na conferência de imprensa, os cidadãos abrangidos nessa cerca poderão conhecer os seus resultados ainda esta semana, mas provavelmente ainda “não será levantada o cordão sanitário nessa zona, por ser de “alto risco”.

    Justificou que a análise do estudo epidemiológico feito nesse bairro classificou-o como de alto risco e complexa, tendo em conta o número elevado de contaminação local registado nessa zona.

    Disse que das três mil amostras colhidas no Hoji-Ya-Henda, mil e 500 já foram processadas, faltando a obtenção dos resultados da outra metade.

    “O levantamento de uma cerca sanitária depende muito dos resultados dos testes, da avaliação dos contactos directos e o seu isolamento das pessoas sem qualquer risco de contaminação. Esse trabalho tem sido feito pela Comissão Multissectorial”, justificou.

    A ministra referiu que todos cidadãos só serão liberados quando for concluído a análise do risco epidemiológico nesse bairro.

    Sílvia Lutucuta avançou ainda que a comissão está a trabalhar para garantir a assistência alimentar às famílias confinadas, com a distribuição de algumas cestas básicas.

    Algumas ruas do Hoji-Ya-Henda encontram-se em cordão sanitário desde o dia 11 de Maio último, por causa do caso 31 que gerou vários casos positivos naquela circunscrição.

    Multiperfil

    Na ocasião, a ministra esclareceu que a cerca sanitária na clínica Multiperfil também visa evitar a propagação do vírus e cortar a cadeia de transmissão, tendo em conta os casos positivos registado nessa unidade.

    Quanto a alimentação dos profissionais de saúde dessa clínica, Sílvia Lutucuta assegurou que a direcção do hospital e a comissão está a trabalhar para melhorar a dieta alimentar dos enfermeiros que se encontram em quarentena nesse clínica, assim como garantir a assistência médica adequada aos pacientes.

    As autoridades sanitárias determinaram aplicar o cordão sanitário à Clínica Multiperfil no dia 30 de Maio, data em que foi detectado dois casos positivos nessa unidade sanitária.

    Em relação a província do Cunene, esclareceu que alguns cidadãos provenientes da Namíbia e África do Sul já foram testados e liberados para as suas regiões de origem.

    Informou que os que estão quarentena nessa província são cidadãos que furaram a cerca sanitária nacional.

    Com o registo de mais um caso positivo, nas últimas 24 horas, Angola tem um total de 92 infectados, dos quais quatro óbitos, 38 recuperados e 50 activos, entre os quais um paciente que está em cuidados especiais.

    Do total de infectados, o país tem 30 casos positivos importados e 62 casos de transmissão local.

    Publicidade

    spot_img
    FonteAngop

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Terminam audiências de julgamento por escândalo ‘Panama Papers’

    As audiências do julgamento por suposta lavagem de dinheiro contra os fundadores do extinto escritório de advocacia panamenho Mossack...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema