Sexta-feira, Julho 19, 2024
29.9 C
Lisboa
More

    Construção de infra-estruturas ganha corpo na vila de Caungula

    As obras de construção de infra-estruturas de impacto social, no município do Caungula, província da Lunda-Norte, que estão a dar outra imagem à localidade, continuam num ritmo aceitável, apesar das dificuldades de transportação dos materiais de construção civil, devido ao mau estado das estradas.
    Na sede desta parcela da Lunda-Norte está a ser construído um edifício de apoio à administração municipal, uma residência do tipo T3, assim como decorre a reabilitação de uma escola primária com seis salas.
    A par da reconstrução da sede da administração comunal de Camaxilo, estão ainda a ser construídos um centro de saúde, na regedoria do Txifapo, uma escola primária, com duas salas, um posto médico, no bairro Monamema, assim como uma instituição escolar e duas casas T2 para professores e enfermeiros.
    Donacié Wassamba, responsável da empresa de construção civil que está a comparticipar na reedificação do município de Caungula, revelou que as obras, iniciadas este ano, estão orçadas em cerca de 1,2 milhões de dólares.
    A responsável esclareceu que, caso não haja constrangimentos, a conclusão e consequente entrega das obras às autoridades locais pode acontecer em Agosto do próximo ano.
    Na sede municipal, disse a responsável da construtora, foi instalada uma rede de distribuição de energia eléctrica, composta por um gerador de 450 KVA e 140 postos de iluminação pública, enquanto a comuna do Camaxilo conta com um gerador de 165 KVA e 60 PT.
    Donacié Wassamba disse igualmente que está projectada, a partir do mês de Outubro deste ano, a construção de uma escola de seis salas e um mercado informal na sede comunal de Camaxilo, bem como dois postos policiais, nas sedes municipal e comunal. O mau estado das estradas naquela região tem sido a principal dificuldade das empresas de construção civil, o que leva que as mesmas acarretem prejuízos adicionais, resultantes de avarias constantes dos camiões e recepção atrasada dos materiais essenciais para o bom andamento das obras.

    Essas dificuldades, disse Donacié Wassamba, fazem com que muitas empresas de construção  não aceitem contratos de trabalho nos  municípios do interior da província da Lunda-Norte.
    Para diminuir estas dificuldades, a responsável da referida empresa  salientou que com os escassos meios técnicos que a empreiteira dispõe estão a ser feitas intervenções de tapa buracos nas ruas e troços  rodoviários de Wassamba, Lué e Txissema, para facilitar a transportação do material de construção para a região do Caungula.

     

     

     

    Fonte: jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Donald Trump provoca polêmica sobre Taiwan

    Donald Trump defenderá Taiwan no caso de uma invasão da China se vencer as eleições de novembro nos Estados...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema