Terça-feira, Março 5, 2024
10.7 C
Lisboa
More

    Construção da bomba atómica vai ser evitada pelos iranianos

    O comandante do Estado-Maior do exército israelita, general Benny Gantz, afirmou ontem que os dirigentes iranianos, considerados “muito racionais”, não vão dar o último passo para o fabrico de armas nucleares.
    “O Irão vai avançar pelo caminho da obtenção da bomba, mas primeiro tem que tomar a decisão final. Se o guia supremo iraniano, o Aiatolá Ali Khamenei desejar, o país seguirá então adiante na aquisição da bomba atómica, mas a decisão ainda não foi tomada”, afirmou o general do exército israelita.
    “Acho que seria um enorme erro e não acredito que Ali Khamenei queira dar este passo adicional. A classe dirigente iraniana é formada por gente muito racional”, completou o general Benny Gantz numa entrevista ao jornal Haaretz.
    Ao ser questionado sobre um possível ataque israelita contra as instalações nucleares iranianas, o general afirmou que “a opção militar é a última em termos de cronologia, mas a primeira em termos de credibilidade”. O comandante do Estado-Maior do exército israelita disse também que as sanções internacionais contra o Irão começam a dar resultados.
    No contexto internacional, o programa nuclear iraniano continua no centro das grandes decisões, consideradas em certos círculos políticos como a mais imediata, pela profundidade dos objectivos finais do Estado iraniano. A comunidade internacional é a favor de um mecanismo de controlo e averiguação no terreno, para perceber a dimensão do seu programa nuclear. Para alguns críticos, as ambições do Irão devem ser esclarecidas de uma vez por todas, sobretudo para  se acabarem com as especulações sobre o programa nuclear.
    O Irão afirmou em várias ocasiões que o seu objectivo está centrado na obtenção de energia nuclear para fins pacíficos e não no fabrico de armas atómicas. O presidente do Irão, Mahamoud Ahmadinejad disse que as acusações são uma forma de conspiração contra o seu país.

     Paquistão lançou míssil com sucesso

    O Paquistão testou ontem um míssil de médio alcance com capacidade para transportar ogivas nucleares, poucos dias depois do país vizinho, a Índia, seu rival histórico, ter testado com sucesso um míssil de longo alcance.O alcance exacto do míssil não foi divulgado, mas especialistas acreditam que poderia atingir um alvo a 2.500 ou 3.000 quilómetros de distância.
    “O Paquistão efectuou com sucesso um disparo de míssil balístico de médio alcance Hatf IV Shaheen-1”, afirma um comunicado das Forças Armadas do Paquistão.
    O director do departamento de armas estratégicas, general Khalid Ahmed, elogiou o trabalho dos cientistas que possibilitaram o teste.  O míssil, uma versão aperfeiçoada do Shaheen-1, que pode transportar cargas convencionais ou nucleares, alcançou com precisão o alvo localizado no mar, segundo Khalid Ahmed. O Paquistão é a única potência nuclear do mundo muçulmano. Na quinta-feira passada, a Índia testou um míssil de longo alcance com capacidade nuclear. Desde 1947, quando conquistaram a independência, Paquistão e Índia protagonizaram três guerras.
    As reservas entre ambos os países continuam a dominar as relações bilaterais, no âmbito daquilo que é possível fazer para troca de experiências. A consolidação militar, segundo um analista, é um desafio sério na região, e o Irão coloca-se na linha da frente, apesar de o Paquistão e  Índiaterem arsenal bélico.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema