Sábado, Maio 25, 2024
13.6 C
Lisboa
More

    Comunidade guineense em Cabo Verde sonha em ter casa própria

    O Alto da Glória, nos arredores da cidade da Praia, pode estar fora dos principais roteiros turísticos de Cabo Verde mas trata-se de um ponto de paragem obrigatório para os guineenses que vivem no país. É aqui que funciona a Associação Cultural Cabaz di Terra, que nasceu com o objetivo de preservar a identidade de quem veio da Guiné-Bissau.

    Carlos Djasi, Secretário da Associação, explica a importância de preservar as raízes guineenses: “Nós que viemos da Guiné, conhecemos a cultura e vivenciámos a cultura. Os nossos filhos aqui em Cabo Verde não conhecem. Nunca foram à Guiné-Bissau e não conhecem. Através da Associação é que ouviram falar da Guiné-Bissau, veem como dançam, ouvem como cantam, é que mantém viva essa cultura. Não queremos perder de vista essa cultura.”

    Os guineenses representam a maior comunidade estrangeira em Cabo Verde mas ainda não têm casa própria. A Associação, cuja origem remonta a 2013, funciona em instalações improvisadas mas tem vindo a crescer e sonha com uma sede própria. Até lá, o sonho, comanda a vida, a identidade comanda os guineenses.

    EURONEWS

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Como é que Itália vê a abertura de Ursula von der Leyen para cooperar com Meloni?

    Meios de comunicação social italianos descrevem a declaração da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, como ousada,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema