Terça-feira, Março 5, 2024
10.7 C
Lisboa
More

    Combate à pobreza com bons indicadores

    (Foto: Santos Pedro)
    (Foto: Santos Pedro)

    O secretário do Presidente da República para os Assuntos Sociais, Francisco Simão Helena, disse, em Malange, ter constatado com satisfação o grau de execução do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza na província.

    Após um encontro com membros do governo provincial e da unidade técnica da comissão nacional de luta contra a pobreza, Simão Helena disse “não ter informações desfavoráveis sobre a aplicação do programa”.
    Como nas outras províncias, esclareceu, o único constrangimento tem a ver com a insuficiência de verbas atribuídas para a execução de algumas acções contidas no programa.
    Para contrariar essa situação, o secretário do Presidente da República para os Assuntos Sociais defendeu a necessidade do reforço do montante financeiro com vista a maior celeridade na execução do programa de combate à fome e à pobreza.
    Simão Helena disse que o Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza “é uma iniciativa ambiciosa que serve de referência à realização de acções nos municípios, nas áreas da saúde, educação, agricultura, água e energia”.
    O governante salientou que, apesar da insuficiência de verbas, o programa continua a ser executado em todas as províncias com os valores monetários disponíveis, enquanto se trabalha para a obtenção de um reforço financeiro a partir de 2014. O secretário do Presidente da República para os Assuntos Sociais a Malange já se deslocou ao município de Kambundi-Katembo e para hoje e amanhã estão previstas visitas aos municípios de Quirima e Marimba. Simão Helena conclui na próxima terça-feira a visita de trabalho a Malange.
    As parcerias público-privadas contribuem para a criação de novos postos de emprego e, consequentemente, reduzir os índices da pobreza e melhorar as condições de vida da população.
    A melhoria da qualidade de vida de famílias e as acções de combate à pobreza passam necessariamente pelo empenho, união de toda a sociedade e, sobretudo, pela constituição das parceiras público-privadas.
    O Ministério do Comércio prevê a construção, em todo o território nacional, de 11 mil “lojas de campo ou de proximidade”, nos próximos cinco anos, para permitir o escoamento dos produtos agrícolas. (jornaldeangola.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema