Domingo, Maio 26, 2024
17.1 C
Lisboa
More

    Cerca de 11 mil jovens recorrem ao INEFOP na busca por emprego

    Aproximadamente onze mil jovens solicitaram o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), na província de Benguela, de Janeiro a Setembro do corrente, à procura de emprego para o seu autosustento, soube a ANGOP, esta quarta-feira.

    Essa informação foi avançada à ANGOP pelo chefe do serviço provincial do INEFOP em Benguela, António Paulo, referindo que, deste número, mil e 382 candidatos conseguiram emprego, sendo 999 homens e 383 mulheres, pelo facto de reunirem os requisitos solicitados pelas entidades empregadoras.

    Já no mesmo período de 2021, disse, O INEFOP registou 6.600 solicitações de emprego, dos quais 990 jovens o conseguiram.

    O responsável do INEFOP referiu que esses cidadãos foram enquadrados nos sectores terciário, comércio, pescas, agricultura e construção civil, sendo que, dos 10 municípios da província, os do litoral, Lobito, Benguela e Baía Farta, são os que mais garantiram emprego a jovens e adultos com idades que variam dos 18 aos 45 anos.

    “O município da Baía Farta é quem mais empregou, sobretudo na comuna do Dombe Grande e área do Chamume, zona piscatória e de produção de sal”, enfatizou.

    Na mesma senda, apontou os municípios do Caimbambo e do Chongoroi, como os que menos empregaram.

    Por outro lado, o chefe do serviço provincial de INEFOP revelou que, no âmbito do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), do Governo angolano, fez-se a distribuição de mil e 789 kits diversos a jovens que frequentaram formação profissional.

    “Trata-se de kits de canalização, carpintaria, soldadura, agricultura, jardinagem, pedreira, entre outros”, destacou.

    Na mesma senda, afirmou que 482 jovens beneficiaram de microcréditos, no âmbito do PAPE, através do Banco Sol.

    “Esses, com a abertura de cantinas, conseguiram criar mil e 545 postos de trabalho”, enfatizou.

    Questionado sobre o recrutamento no sector bancário, afirmou que este nunca realizou concurso público em Benguela. “ Os bancos têm uma forma de recrutamento fechado e não solicitam candidatos aos centros de emprego”, disse.

    Os serviços provinciais do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) de Benguela controlam o Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE), bem como centros de emprego no Lobito, Cubal, Baía Farta, Benguela e Ganda.

    Publicidade

    spot_img
    FonteAngop

    1 COMENTÁRIO

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Anora de Sean Baker vence Palma de Ouro em Cannes. Miguel Gomes recebe Melhor Realização com Grand Tour

    O realizador norte-americano recebeu o prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Cannes pelo qual "trabalhou toda...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema