Domingo, Maio 19, 2024
15.3 C
Lisboa
More

    Camionistas destacam livre circulação de pessoas e bens como ganhos da paz

    Camionistas que transitam entre as repúblicas de Angola e Namíbia destacaram esta sexta-feira, na fronteira de Santa Clara, município de Namacunde, província do Cunene, a livre circulação de pessoas e bens como um dos maiores ganhos alcançados ao longo do período de paz.

    Em declarações à ANGOP, a propósito dos 22 anos da conquista da Paz e Reconciliação Nacional, assinalado a 4 de Abril, os automobilistas reconheceram e valorizaram os resultados alcançados no país, desde o calar das armas em 2002.

    O camionista Manuel Castro disse que com a nova era é possível circular, desde a zona fronteiriça de Santa Clara, no troço 105, passando por Huíla, Benguela até chegar ao destino em Luanda, com total segurança.

    Lembrou que, recuando em 2001, era difícil realizar este longo trajecto, devido ao inimigo que bloqueava as estradas, onde muitos sofriam ataques pelo meio, as mercadorias eram roubadas e os camiões incendiados.

    Luciano Isaías afirmou que com o alcance da paz há facilidades de conviver, naquela altura poucas viagens eram feitas, dada a insegurança, o que intimidava a maioria dos colegas que transportavam mercadorias na Namíbia e África do Sul.

    Realçou que, actualmente, tanto de dia como de noite circula-se a vontade e pode-se estacionar em qualquer lugar, graças a paz conquistada com muito sacrifício pelos angolanos.

    António Chitende indicou que consegue viajar duas a três vezes por mês para levar mercadorias, entre Benguela e Luanda, que no tempo de conflito armado era difícil.

    Desta feita, apontou para a necessidade de se preservar a paz para a sua consolidação, assim como os ganhos obtidos no sentido de contribuirmos no crescimento social e económico do país, em prol do bem-estar e da satisfação de todos os angolanos.

    Teixeira Carlos manifestou que a livre circulação de pessoas e bens está facilitada e é visível o desenvolvimento que o país conheceu, com as novas realizações em termos de construções e reabilitação de infra-estruturas rodoviárias.

    O automobilista disse que, apesar de não existir mais ameaças, o Executivo deve apostar na reabilitação das vias de acesso, como forma de ligar os municípios com estradas asfaltadas e melhorar ainda mais a circulação.

    O 4 de Abril celebra-se em Angola como o Dia Nacional da Paz e Reconciliação, recordando o acordo de paz assinado em 2002 entre os dois maiores partidos políticos do país, MPLA e a UNITA.

    Angola viveu durante muitos anos uma guerra fratricida que assolou grande parte da população, causou graves problemas sociais e familiares, deixando muitas sequelas na vida dos angolanos. PEM/LHE/AC

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    TSE suspende julgamento de ações que pedem cassação de Moro por atos na pré-campanha em 2022; caso será retomado na 3ª

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu nesta quinta-feira o julgamento das ações que pedem a cassação do senador Sergio...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema