Quinta-feira, Maio 30, 2024
17.1 C
Lisboa
More

    Brasileira é uma das vítimas de bomba no Líbano

    Explosão matou ao menos cinco e feriu mais de 60 pessoas (Foto: DR)
    Explosão matou ao menos cinco e feriu mais de 60 pessoas (Foto: DR)

    A paranaense Malak Zahwe, de 17 anos, foi uma das vítimas da explosão que matou ao menos cinco pessoas. Nos últimos anos, outros brasileiros foram vítimas de confrontos no Oriente Médio, inclusive no próprio Líbano

    A brasileira Malak Zahwe, 17 anos, está entre as vítimas do atentado a bomba que deixou ao menos cinco mortos ontem em Beirute. A explosão feriu também mais de 60 pessoas em região sob a influência do grupo xiita radical Hezbollah.

    Nascida em Foz do Iguaçu (PR), região de forte comunidade libanesa, Malak morava há três anos na cidade.

    Ela estudava em Beirute e deve ser enterrada em Majdal Silim, vilarejo a três horas da capital libanesa.

    A reportagem confirmou a informação com Nadir Zahwe, sua prima, pelo telefone. “Malak estava comprando roupas novas com a madrasta dela, que também morreu. A explosão atingiu a loja onde elas estavam”, afirmou Nadir, que foi informada por familiares.

    Além da madrasta, a brasileira morava em Beirute com o pai brasileiro e três irmãos – que não estavam presentes no momento do atentado. A reportagem entrou em contato com a embaixada brasileira em Beirute para confirmar a morte, mas não obteve resposta.

    Em nota oficial, sem mencionar Malak, o governo do Brasil reiterou o “irrestrito apoio aos esforços pela manutenção da estabilidade política do País”.

    O atentado foi realizado na região de Haret Hreik, próximo à construção que abriga o canal de televisão Al-Manar, ligado ao Hezbollah.

    De acordo com as autoridades, os explosivos, estimados em 30 kg, estavam dentro de um veículo.

    Um correspondente da rede de TV Al Arabiya afirmou que uma série de carros-bomba foram desarmados nessa mesma região sem haver anúncio público, de maneira a evitar causar pânico entre a população libanesa.

    O fato de o ataque ter sido realizado em um bastião do Hezbollah foi interpretado por analistas como sinal de que a rede de segurança dessa facção xiita foi rompida.

    Segundo Saad al-Hariri, ex-premiê e importante figura política no País, as vítimas dos atentados recentes são dano colateral “do envolvimento em guerras externas”, em referência à participação do Hezbollah no conflito da Síria, ao lado do regime do ditador Bashar al-Assad.

    Ao enviar guerreiros à vizinha Síria, o Hezbollah opôs-se diretamente às facções sunitas que lutam pela deposição do ditador Assad.

    Na semana passada, outro carro-bomba deixou sete mortos e mais de 50 feridos na capital libanesa. Entre as vítimas estava Mohammad Chatah, ex-ministro e um desafeto público do Hezbollah.

    “Essa é uma grande batalha contra o terrorismo”, afirmou ontem Ali Hassan Khalil, ministro da Saúde do Líbano. “Todos são alvos, não importa de onde vêm.”

    Brasileiros mortos

    No passado, brasileiros já foram vítimas da violência no Oriente Médio. Em 2001, o turista brasileiro Jorge Balazs morreu quando um homem-bomba palestino se explodiu ao entrar na pizzaria em que ele estava, em Jerusalém.

    Em 2005, o engenheiro brasileiro João José de Vasconcellos desapareceu no Iraque, onde trabalhava. Seu corpo foi encontrado em 2007. Em 2008, a professora brasileira Samira Mahmoud Mazloum foi morta no leste do Líbano, durante confrontos. (opovo.com.br/com agências)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    A voz da África precisa de ser ouvida, afirmou o Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento

    O Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, Dr. Akinwumi Adesina, disse que o mundo está a mudar e que...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema