Quarta-feira, Abril 17, 2024
23.2 C
Lisboa
More

    BNA quer expansão dos serviços financeiros em todo território

    Governador do Banco Nacional de Angola(BNA), Manuel Tiago Dias, disse hoje que espera a curto e médio prazo assistir uma maior expansão dos serviços financeiros em todos os municípios, fruto dos avisos n.º 4/22, de 3 de Fevereiro sobre a Expansão do Serviço Financeiro, e o n.º 18/22, de 11 de Outubro, sobre Expansão da Rede Bancária.

    O dirigente, que proferiu a abertura da Conferência sobre a Expansão dos Serviços Financeiro, uma organização do BNA, deu explicações dos resultados preliminares das iniciativas em curso para reduzir as assimetrias, por exemplo, entre o número de Caixas Automáticas-ATM e o número de habitantes.

    Assim sendo, fez saber que em 2023 o BNA celebrou, com oito bancos comerciais, um Protocolo de Alargamento de Caixas Automáticos no municipío de Viana, por ser o mais populoso da província de Luanda.

    Os planos apresentados pelas instituições bancárias que aderiram ao protocolo, apontou que prevêem a instalação de 78 caixas automáticos, sendo que até a presente data, já instalaram 69.

    Para si, estas estatísticas espelham o sucesso da referida iniciativa que, de certeza, poderá vir a ser replicada em outros municípios.

    De igual modo, disse que os resultados são encorajadores sobre a expansão das actividades dos bancos, em todos os municipios do país, não obstante as dificuldades de acesso e os desafios relacionados com infraestruturas, quer de energia e quer de telecomunicações.

    “A expansão dos serviços financeiros é fundamental, porque permite não só avaliar o impacto da implementação de boas práticas sobre o estado da nossa condição socio-económica actual, como contribuir para o alcance do equilibrio entre o incentivo, a inovação e a preservação da estabilidade do ecosistema financeiro”, asseverou.

    Além disso, indicou, é fundamental avaliar a perspetiva dos consumidores reflectidas nos dados sobre a oferta e a procura dos serviços financeiros, no sentido de se adoptar medidas que contribuam para o acesso da população angolana aos produtos e serviços financeiros.

    Por outro lado, fez saber que o Plano Estratégico do BNA prevê, para o período 2023-2028, a modernização permanente do sistema financeiro angolano.

    Dados oficiais indicam que existem no país 23 instituições financeiras bancárias, das quais 21 de capital privado e duas público e 66 financeiras não bancárias.

    A conferência representa a Iª edição do Ciclo Anual de Conferências do BNA de 2024, já que a instituição assume bi-mensalmente a responsabilidade de abordar temas a respeito da sua missão ao sistema financeiro e reflectir sobre o cenário actual.

    Participam do evento, membros do Conselho de Administração do BNA, representantes de instituições financeiras bancárias e não bancárias, do Ministério das Telecomunicações, Tecnologia de Informação e Comunicação Social, e o Secretário do Estado para as Autarquias Locais, Márcio Daniel. ML/AC

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Relação diz “que não há qualquer indício” de que António Costa tenha falado com Lacerda Machado sobre Sines

    O Tribunal da Relação de Lisboa não encontrou nos autos da investigação da Operação Influencer, que resultou na demissão...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema