Sexta-feira, Abril 19, 2024
18.8 C
Lisboa
More

    Biden parabeniza Lula por vitória em eleições ‘livres e justas’

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, parabenizou neste domingo (30) Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por sua vitória em eleições presidenciais “livres, justas e confiáveis”, segundo um comunicado difundido pela Casa Branca.

    “Envio meus cumprimentos a Luiz Inácio Lula da Silva por sua eleição para ser o próximo presidente do Brasil depois de eleições livres, justas e confiáveis”, destacou Biden na nota.

    “Espero que trabalhemos juntos para continuar com a cooperação entre nossos dois países nos próximos meses e anos”, acrescentou, pouco depois de o petista derrotar o candidato de extrema direita Jair Bolsonaro no segundo turno por uma margem bastante estreita.

    Em um tuíte, o secretário de Estado americano, Antony Blinken, se somou à mensagem de parabéns ao povo brasileiro “por exercer seu direito ao voto e reafirmar a fortaleza de sua democracia”.

    “Esperamos continuar com nossa sólida associação com o presidente eleito, @LulaOficial, à medida que construímos um hemisfério democrático, próspero e equitativo”, afirma.

    Lula, de 77 anos, venceu com 50,83% dos votos contra 49,17% de Bolsonaro, de 67 anos, com 98,8% das urnas apuradas.

    Durante as últimas semanas, congressistas do Partido Democrata no poder pediram a Joe Biden que reconhecesse logo os resultados das eleições no Brasil, por medo de que Bolsonaro tentasse questionar uma eventual derrota.

    Os Estados Unidos são um dos principais parceiros comerciais do Brasil, a maior economia da América Latina e a 13ª do planeta em volume de Produto Interno Bruto (PIB).

    No entanto, Lula não vai encontrar a bonança econômica dos anos 2000, apesar da recuperação pós-pandemia.

    Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia brasileira crescerá 2,8% em 2022 e 1% em 2023.

    Estados Unidos e Brasil mantêm diálogos bilaterais de alto nível sobre uma série de temas como comércio e investimentos, ciência, tecnologia e prioridades energéticas.

    “A relação entre Estados Unidos e Brasil é pragmática e um assunto de Estado, independentemente de quem esteja no poder”, declarou à AFP Valentina Sader, diretora associada do Centro Adrienne Arsht para América Latina do Atlantic Council, em Washington.

    Sader prevê que Lula dará ênfase à luta contra a mudança climática, um tema que coincide com a agenda verde de Biden.

    Em sua primeira reação em São Paulo, Lula assegurou que combaterá o desmatamento porque o planeta e o Brasil precisam de uma “Amazônia viva”.

    Também se dirigiu à comunidade internacional: “o Brasil está de volta” e deixará de ser um “pária”, prometeu.

    Fonte AFP

    Publicidade

    spot_img
    FonteAFP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola com dificuldades de recuperar ativos de São Vicente

    "No quadro do combate contra a corrupção e em relação à recuperação de ativos, ouvimos ontem as declarações...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema