Segunda-feira, Março 4, 2024
12.5 C
Lisboa
More

    Assinado acordo de cooperação policial entre Angola e Itália

    Luanda- As repúblicas de Angola e da Itália assinaram hoje (quinta-feira), em Luanda, um acordo de cooperação em matéria de segurança pública.
    Foram signatários do protocolo, os ministros do Interior de Angola e da Itália, Sebastião Martins e Anna Maria Concellieri, respectivamente.
    Os dois países elegeram como áreas de cooperação o combate ao crime organizado, tráfico de pessoas e ilícito de diamantes, tráfico de armas, formação de quadros, entre outros.
    A propósito, o ministro angolano do Interior, Sebastião Martins, disse tratar-se, sem sombra de dúvidas, de uma acção de grande utilidade prática para ambos os povos e países, “pois, a partir daqui, será possível, estou seguro, obtermos importantes resultados no sentido do reforço dos tradicionais laços de amizade e cooperação”.
    Segundo o governante, as áreas elegidas neste acordo de cooperação demonstram a preocupação com os factores que hoje vão colocando alguma insegurança no mundo e nos dois países, nomeadamente o combate ao crime transnacional organizado, o tráfico de seres humanos e a imigração ilegal, tráfico ilícito de armas, o terrorismo e o narcotráfico.
    “São preocupações que hoje colocam grande dimensão de insegurança a nível dos nossos países, continentes e do próprio mundo”, notou o ministro.
    Para o titular da pasta do Interior, este acordo vem de facto criar uma plataforma de actuação conjunta e de cooperação que visa exactamente dar combate a este tipo de licitudes.
    Quanto à formação de quadros, Sebastião Martins disse que Angola vai aproveitar a grande experiência da Itália neste domínio, principalmente na perspectiva da experiência prática em assuntos criminais.
    “Não temos dúvidas que a Itália deverá ser dos países ao nível Europa e quiçá do mundo, que melhor experiência tem no combate à criminalidade organizada. Também acumula uma grande experiência no combate ao tráfico de drogas e terrorismo(…)”, referiu o ministro.
    Sebastião Martins aproveitou a oportunidade para agradecer a Itália pelo facto de ser o primeiro país da Europa ocidental a reconhecer a independência de Angola, ocorrida a 11 de Novembro de 1975.
    Já a ministra do Interior da Itália, Anna Maria Concellieri, garantiu que o seu país vai colocar toda a sua experiência nos sectores que circunscrevem o acordo para queAngola possa também fortalecer-se.
    A governante italiana considerou Angola como sendo um grande país e muito forte, sendo que está destinado a crescer cada vez mais, quer ao nível da sua região, quer mundial.
    Fonte: Angop

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Rússia vai diminuir produção de petróleo em 470 mil barris diários

    A Rússia vai reduzir a sua produção de petróleo em 471 mil barris por dia no final do segundo...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema