Sábado, Março 2, 2024
14.8 C
Lisboa
More

    Artistas auguram por retorno de tardes lúdicas com salas de espectáculos

    (DR)
    (DR)

    Lubango – O representante provincial da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) Serafim Afonso manifestou hoje, no Lubango, a necessidade de se devolver aos huilanos a cultura de passar as tardes ocupados com formação lúdica em salas de espectáculos como em tempos idos.

    Em mensagem dirigida ao governo, num encontro com a directora provincial da Cultura, Marcelina Gomes, em representação do governador, João Marcelino Tyipinge, o responsável apontou a falta de espaços de espectáculos como um factor de aculturação ao nível local, quer para os artistas quer para o público.

    Segundo a fonte, os problemas dos artistas na Huíla traduzem-se na falta de salas de espectáculos para maior união entre as partes (governo, artistas e espectadores), de modo a melhor se discutir questões de direitos de autores e crivagem de algumas músicas indecorosas passadas na média.

    Em seu entender, com a criação destes espaços poder-se-á também melhorar o aspecto da concepção de contratos para se evitar dívidas acumuladas aos artistas,

    regulamentação para actividade dos artistas chegados à província para cantar ou vender discos sem deixar nada para o desenvolvimento cultural local.

    Lubango – O representante provincial da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) Serafim Afonso manifestou hoje, no Lubango, a necessidade de se devolver aos huilanos a cultura de passar as tardes ocupados com formação lúdica em salas de espectáculos como em tempos idos.

    Em mensagem dirigida ao governo, num encontro com a directora provincial da Cultura, Marcelina Gomes, em representação do governador, João Marcelino Tyipinge, o responsável apontou a falta de espaços de espectáculos como um factor de aculturação  ao nível local, quer para os artistas quer para o público.

    Segundo a fonte, os problemas dos artistas na Huíla traduzem-se na falta de salas de espectáculos para maior união entre as partes (governo, artistas e espectadores), de modo a melhor se discutir questões de direitos de autores e crivagem de algumas músicas indecorosas passadas na média.

    Em seu entender, com a criação destes espaços poder-se-á também melhorar o aspecto da concepção de contratos para se evitar dívidas acumuladas aos artistas,

    regulamentação para actividade dos artistas chegados à província para cantar ou vender discos sem deixar nada para o desenvolvimento cultural local. (portalangop.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    PGR realça empenho no combate à criminalidade económico-financeira

    O Procurador-Geral da República (PGR), Hélder Pitta Groz, sublinhou esta sexta-feira, em Luanda, que o esforço e empenho da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema