Terça-feira, Março 5, 2024
11.3 C
Lisboa
More

    Anúncio da chegada do comboio do CFB merece destaque na Zâmbia

    Lusaka – O anúncio  da chegada do Caminho-de-Ferro de Benguela à fronteira entre Angola e a Zâmbia, feito, em Lusaka, pelo secretário de Estado para os Assuntos Políticos, Manuel  Augusto, mereceu destaque na ZNBC, principal cadeia  de televisão zambiana.

    Manuel Augusto que efectuou, de 6 a 8 de Maio,  uma visita oficial à Zâmbia a convite do vice-ministro dos Negócios Estrangeiros daquele país, disse que a chegada do CFB, em Dezembro deste ano, à localidade do Luau, província do Moxico, impulsionará  o aumento da cooperação comercial e económica entre os dois países.

    O secretário de Estado e o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, durante as conversações que mantiveram sobre a política bilateral, abordaram o incremento da cooperação no domínio do Comércio, Turismo, Intercâmbio Cultural, Energia, Desenvolvimento de Infraestruturas, Transportes e Minas, sublinhando  igualmente a necessidade de trabalhar para construção de vias de interconexão entre  Angola e a  Zâmbia.

    Outro destaque nos principais jornais zambianos foi o facto de o secretário de Estado ter informado ser intenção do Executivo angolano construir um oleoduto na cidade do Lobito, Benguela, para abastecer a Zâmbia.

    “Não faz sentido que a Zâmbia ainda tenha que ir comprar petróleo à Arábia Saudita, quando poderá compra-lo em Angola. Esperemos que a refinaria que está a ser construída em Angola possa servir e vai servir em primeira instância os  nossos países vizinhos” –  disse.

    Manuel Augusto que interveio durante a cerimónia de abertura do 1º Forum Bilateral Sobre Comércio e Investimento, organizado pela Embaixada de Angola na Zâmbia e  que decorreu,  de 8 a 9 de Maio, em Lusaka, convidou os empresários zambianos a visitar Angola, salientando que o seu país está, cada vez mais, a desenvolver os seus mecanismos para lidar com o sector económico, não só, em relação aos investidores que venham do exterior, mas também em relação os investidores internos.

    ”O papel dos governos é criar o ambiente político para que a vontade de fazer negócios se possa efectivar” – referiu.

    No último dia do 1º Fórum Bilateral Sobre Comércio e Investimento,  a embaixadora de Angola na República da Zâmbia, Balbina da Silva, seguindo a linha do discurso do secretário de Estado,  encorajou  os  homens de negócios  a incrementar  e estreitar relações no âmbito empresarial, na esperança de que,  fruto destes  contactos, venham  a  estabelecer-se  fortes parcerias.

    “Todos vocês são chamados a colaborar com os nossos respectivos governos” – apelou a diplomata.

    Fonte: Angop

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema