Quinta-feira, Julho 18, 2024
26.7 C
Lisboa
More

    Angola ressalta parceria estratégica entre UA e União Europeia

    O ministro das Relações Exteriores, Téte António, ressaltou, esta quarta-feira, em Adis Abeba, a importância da parceria estratégica entre a União Africana (UA) e a União Europeia (UE), para o desenvolvimento dos países africanos.

    O chefe da diplomacia angolana falava à imprensa, à margem da 42ª Sessão Ordinária do Conselho Executivo da União Africana (UA), que prepara a 36ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, a decorrer sábado e domingo.

    Segundo o ministro, as parcerias que a UA estabeleceu com outros continentes e países são necessárias, notando que elas devem ser adaptadas às circunstâncias actuais e fazer com que o continente africano beneficie efectivamente delas.

    “Há uma parceria estratégica entre a UA a UE, mas também a Espanha tem um plano de cooperação com o continente africano”, disse o ministro, para quem a parceria da Espanha com África ficou bem patente na recente visita que o Rei Felipe VI efectuou a Angola.

    O ministro informou, por outro lado, que Angola vai assumir o Comité das Finanças da União Africana, na pessoa da ministra Vera Daves de Sousa.

    O Conselho Executivo da UA analisou, hoje, o relatório de progresso sobre o estabelecimento e a operacionalização da Agência Africana de Medicamentos (AMA).

    A esse respeito, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, disse que Angola vai apoiar a iniciativa e reforçou a necessidade de o país ser partícipe activo da organização continental.

    Lembrou que em Angola já foi criada, por Decreto Presidencial, a Entidade Reguladora de Medicamentos e Equipamentos.

    A titular da pasta da Saúde manifestou a necessidade de o continente africano estar mais organizado, por sofrer bastante com medicamentos contrafeitos.

    “Temos que estabelecer parcerias para termos uma indústria organizada e uma produção efectiva de medicamentos no continente e garantirmos a sua certificação”, expressou.

    Este ano, a 36ª Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da UA realiza-se sob o lema “Acelerar a Implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA)

    Para o ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, com esse tema a Cimeira vem cimentar o compromisso que os Chefes de Estado e de Governo têm tido com a implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA).

    “Temos muita esperança que, com essa Cimeira, saiamos com um cronograma de acções que vão, efectivamente, fazer essa aceleração”, enfatizou.

    O ministro disse estar confiante que a Zona de Comércio Livre Continental Africana vai contribuir para o aumento das trocas comerciais entre os Estados-Membros “e as nossas economias bem precisam disto”.

    A Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA) é um projecto emblemático da Agenda 2063, que visa criar um mercado único africano de mercadorias e serviços facilitado pela livre circulação de pessoas e capital.

    O seu objectivo é aprofundar a integração económica, promover e alcançar o desenvolvimento sócio- económico sustentável e inclusivo, a igualdade de género, a industrialização, o desenvolvimento agrícola, a segurança alimentar, transformação estrutural e o desenvolvimento humano inclusivo.

    Ao promover uma estreita colaboração com todos os órgãos e agências especializadas relevantes da UA, o tema de 2023 pretende contribuir para acelerar a implementação do Acordo da ZCLCA e contribuir para a consecução das aspirações e objectivos da Agenda 2063.

    Candidaturas na UA

    Angola participou, esta quarta-feira, em Adis Ababa, na Comissão Ministerial da UA para as Candidaturas no âmbito do Sistema Internacional, à margem da 42ª Sessão Ordinária do Conselho Executivo da organização continental.

    O evento avaliou o relatório sobre a implementação das decisões anteriores, eleições de representantes de Estados-Membros, factores de sucesso e desafios, bem como candidaturas que requerem acção adicional.

    Angola esteve representada nesta reunião pela secretária de Estado para as Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça.

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    ‘Projeto 2025’, o programa ultraconservador que promete uma ‘revolução’ nos EUA

    No início da semana, o Partido Republicano adotou o seu programa político para um eventual próximo governo, mas é...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema