Sexta-feira, Março 1, 2024
11.7 C
Lisboa
More

    Angola precisa de investimentos anuais de 35.000 milhões de dólares para diversificar a economia

    Um estudo feito pelo Centro de Estudos e Investigação da Universidade Católica de Angola (CEIC) diz que o país vai precisar de investimentos anuais de 35.000 milhões de dólares para alcançar uma verdadeira diversificação da economia até 2030.

    O economista e coordenador do CEIC, Alves da Rocha, disse que “até 2025, 2030 fizemos um exercício para saber para saber qual o custo da diversificação económica em termos de investimentos anual, para que a economia seja classificada de diversificada, onde o sector da agricultura representa 20 porcento do PIB, a indústria transformadora e construção 31 porcento do PIB e os serviços 32 porcento”.

    Isso, disse, “vai exigir um investimento anual médio na ordem dos 35 mil milhões de dólares”.

    “Onde sairá este dinheiro? É uma questão a levantar”, acrescentou.

    Para o economista a resposta jaz na remoção dos obstáculos que impedem o crescimento e desenvolvimento.

    “Nós continuamos a ter problemas que são autênticos obstáculos a um crescimento mais intenso e inclusivo” disse afirmando que para a melhoria do ambiente de negócios, “é preciso alterar a componente mentalidade, da corrupção e burocracia”.

    “Enquanto estes pressupostos se verificarem dificilmente os investidores vão aderir”, acrescentou.

    Outro economista, Damião Cabulo, outro economista aponta o mesmo caminho afirmando que “é preciso moralizar a sociedade e começando pelos dirigentes”.

    “A corrupção instalada em Angola já fez mais estragos que a própria guerra civil”, disse afirmando que o co,bate à corrupção passa por mudanças nas instituições. A questão da corrupção é tão grave que a forma como se propõe em combatê-la é uma utopia. É preciso desburocratizar as instituições o que passa pela despartidarização imediata das mesmas”, disse.

    Serra Bango, jurista e presidente da Associação Justiça, Paz e Democracia considera que “é necessário que haja medidas de encorajamento aos investidores para a nossa economia”.

    “Da forma como está dificilmente eles vem para cá”, disse.

    “Os grandes investidores sérios e comprometidos com a transparência, combate à corrupção de verdade eles não vêm para cá”, disse.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Índia e África do Sul bloqueiam acordo de investimento nas negociações da OMC

    A Índia e a África do Sul apresentaram uma objeção formal contra um acordo de investimento na reunião...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema