Sexta-feira, Março 1, 2024
11.7 C
Lisboa
More

    Angola faz esforços para combater tráfico humano, mas não cumpre os padrões mínimos, dizem EUA

    Relatório do Departamento de Estado americano sobre tráfico de seres humanos destaca avanços e recomenda a criminalização de todas as formas de tráfico sexual interno

    O Governo de Angola ainda não cumpre totalmente os padrões mínimos para a eliminação do tráfico de pessoas “mas está a fazer esforços significativos nesse sentido”, afirma o relatório do Departamento de Estado americano sobre o tráfico de seres humanos em redor do mundo divulgado na quinta-feira, 1.

    Angola está colocada no nível 2 de um um total de três níveis.

    O relatório é elaborado de acordo com uma decisão do Congresso americano.

    No documento, o Departamento de Estado afirma que as autoridades angolanas demonstraram na sua totalidade maiores esforços quando comparado com o período anterior e “tendo em conta o impacto da pandemia de COVID-19 na sua capacidade anti-tráfico”.

    O documento faz notar a condenação de vários traficantes “incluindo cinco funcionários cúmplices” a penas de prisão, a protecçāo dada a vítimas, o estabelecimento de fundos dedicados exclusivamente para os esforços anti-tráfico incluindo fundos para aplicação de um plano de acçāo nacional e a existência de campanhas contra o tráfico.

    Contudo, o relatório diz que o Governo angolano “não investigou algumas alegações graves de cumplicidade de funcionários no tráfico e embora todos os traficantes condenados tenham recebido sentenças de prisāo, algumas sentenças foram muito leves se se tiver em contra a gravidade do crime”.

    O documento acrescenta, entre outras insuficiências, que “o Governo continua sem determinar procedimentos para monitorar e regulamentar a maior parte dos sectores domésticos de trabalho e o processo de recrutamento de trabalho”.

    O Departamento de Estado sugere que o Governo adopte procedimentos “para a identificação pró-activa de vítimas entre grupos vulneráveis , incluindo cidadãos estrangeiros, como norte coreanos e cubanos”.

    Outra sugestão, entre muitas outras, é a “emenda do artigo 178 para criminalizar todas as formas de tráfico sexual interno”.

    Publicidade

    spot_img
    FonteVoA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Índia e África do Sul bloqueiam acordo de investimento nas negociações da OMC

    A Índia e a África do Sul apresentaram uma objeção formal contra um acordo de investimento na reunião...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema