Segunda-feira, Junho 24, 2024
24.4 C
Lisboa
More

    Angola e EUA assinam acordo de cooperação militar

    Angola e os Estados Unidos da América (EUA) assinaram, quinta-feira, em Washington, um acordo de cooperação militar, para uma assistência técnica e logística mais estreita entre as Forças Armadas dos dois países.

    Um comunicado de imprensa enviado à ANGOP refere que delegações ministeriais de ambos os países estiveram reunidas durante dois dias na capital norte-americana, com vista ao reforço das relações no campo da defesa.

    Angola pretende dos EUA o fortalecimento da capacidade técnica e operacional, como a aquisição de um sistema de construção de máquinas de última geração e de pontes, veículos de transporte e logística, uma frota de veículos tácticos leves, aeronaves, entre outros equipamentos.

    Os dois países vão prosseguir uma relação de segurança mais estreita, algo que voltará a ser discutido na segunda reunião do comité, a realizar-se em Luanda, em 2025, como prevê o Memorando de Entendimento assinado por Angola e os Estados Unidos, em 2017, segundo a nota.

    O acordo de cooperação foi assinado pelo secretário de Estado para os Recursos Materiais e Infra-estruturas do Ministério da Defesa e Veteranos da Pátria, Afonso Carlos Neto, e pela vice-secretária de Estado adjunta principal da Defesa para os Assuntos de Segurança Internacional norte-americana, Tressa Guenov.

    Na semana passada, o ministro da Defesa e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos, visitou o Pentágono (sede do Ministério da Defesa dos EUA), onde se reuniu com o secretário de Defesa norte-americano, Lloyd Austin.

    Na ocasião, o governante angolano disse que Angola projecta o fomento de políticas de defesa e segurança africanas para alcançar a paz, a estabilidade, a coesão e o aprofundamento dos projectos continentais.

    Explicou que o país assume uma estratégia de cooperação nos domínios bilateral e multilateral, com vista à sua ascensão competitiva no cenário internacional, preservando cada vez mais os seus interesses no continente e no mundo.

    A visão estratégica de Angola, disse, prioriza a sua inserção em todas as áreas possíveis de interesses nacionais, continentais e internacionais, especialmente no âmbito das organizações regionais africanas em que está inserida e com as quais tem afinidades geográficas, históricas e culturais mencionadas acima.

    Para João Ernesto dos Santos, o espaço geoestratégico e geopolítico em que Angola está inserida requer uma atenção especial devido às profundas complexidades históricas, geográficas, económicas e culturais das comunidades mencionadas acima. VIC

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Biden e Trump se enfrentam em primeiro debate na quinta-feira

    O primeiro debate entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump na corrida à Casa Branca, marcado...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema