Domingo, Maio 26, 2024
20.1 C
Lisboa
More

    Angola: Académicos analisam políticas sobre fomento do crescimento económico

    A análise das políticas do fomento do crescimento socio-económico de Angola e a segurança alimentar foram os temas dominantes do primeiro dia das 8ª Jornadas Técnico-Científicas da Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto, iniciadas quarta-feira, em Luanda.

    O evento, a decorrer até sexta-feira, inclui também painéis com temas como ‘Estratégias empresariais para a sustentabilidade económica’, ‘Sistema financeiro angolano e o desenvolvimento sustentável’, ‘O contributo da contabilidade e da auditoria para o bom funcionamento da economia’ e ‘O capital humano e o desenvolvimento sustentável’.

    Durante três dias, os académicos vão refletir igualmente, sobre assuntos relacionados com a diversificação da estrutura produtiva, o impacto da agricultura familiar, o turismo como triunfo e desafio para o desenvolvimento de Angola, o papel do empreendedorismo na sustentabilidade da economia do país, financiamento sustentável em bolsa, entre outros.

    A propósito das jornadas técnico-científicas, o vice-reitor da Universidade Agostinho Neto, João Baptista, perspetivou que o certame vai permitir a criação de projetos para acelerar o processo de diversificação económica e alcançar o desenvolvimento sustentável em Angola.

    Na mesma senda, o decano da Faculdade de Economia da Universidade Agostinho Neto, Redento Maia, referiu que o objetivo do evento é motivar a comunidade universitária, com particular realce para os economistas, a contribuírem com as suas opiniões e sugestões para o esclarecimento e avaliação das novas abordagens na gestão.

    O académico recordou que a academia está para servir a sociedade, através da formação de quadros em diferentes áreas do saber, para apoiar o Governo e os privados a traçarem melhores estratégias para o desenvolvimento socioeconómico do país.

    Apontou a investigação científica e a relação entre a universidade e a sociedade como fatores que contribuem para a resolução de problemas sociais e económicos que Angola enfrenta.

    Por isso, Redento Maia apelou o Governo angolano a estabelecer políticas e mecanismos, bem como um sistema de estímulos fiscais e monetários dirigidos ao estreitamento das relações entre instituições universitárias e sociais.

    Sob o lema ‘Estratégias para uma economia mais sustentável’, o evento, que junta investigadores, docentes, governantes, estudantes e sociedade civil, contempla um total de 32 temas, subdivididos em cinco painéis.

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Anora de Sean Baker vence Palma de Ouro em Cannes. Miguel Gomes recebe Melhor Realização com Grand Tour

    O realizador norte-americano recebeu o prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Cannes pelo qual "trabalhou toda...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema