Segunda-feira, Julho 15, 2024
19.6 C
Lisboa
More

    Agrupamentos têm prémios acrescidos para a “festa do povo” da Lunda-Norte

    O director provincial da Cultura da Lunda-Norte, Costa Muacahiana, garantiu ontem, no Dundo, que os prémios para a edição 2012 do Carnaval vão ser maiores, com apoio do governo da província, que pretende dar mais vivacidade a esta manifestação cultural.
    Costa Muacahiana disse que, este ano, também vão ser revistos os critérios de classificação, que visam incorporar outros elementos, até ao 5º lugar do Carnaval local, para dar mais motivação aos vários grupos da província.
    O responsável mostrou-se preocupado com o número de grupos carnavalescos inscritos até ao momento e apelou, por isso, aos líderes de cada associação carnavalesca para procederem à inscrição até ao dia 5 de Fevereiro.
    Para já,disse, estão inscritos oito grupos, sendo cinco da classe infantil e três dos adultos, números muito inferiores aos pretendidos pela comissão organizadora do Carnaval 2012, que tem previsto a participação de 20 grupos, divididos pelas duas classes.
    “Estamos a aguardar que os grupos que participaram na edição anterior, principalmente os que tiveram melhor classificação, confirmem a sua participação nesta edição”, explicou.
    Segundo o responsável, a falta de uma tradição plena do Carnaval e de uma associação provincial, que devia ser o órgão responsável pela organização e preparação da maior manifestação popular, está na base da fraca adesão. Para alterar a situação, a direcção da Cultura mobilizou técnicos, que estão a sensibilizar a população nas várias comunidades da província.
    Para Costa Muacahiana os empresários da Lunda-Norte devem começar a participar de forma mais activa no Carnaval, com patrocínios que incentivem a população a juntar-se à “festa do povo”.

    “É importante que os empresários tenham iniciativas próprias e patrocinem os grupos, porque o Carnaval, como todas as formas de arte, também possui um lado rentável e a maioria deles continua a encarar a cultura como uma fraca fonte de rendimentos”, disse.
    Para o desfile provincial, previsto para o dia 28 de Fevereiro, a comissão organizadora pretende contar com a participação dos grupos vencedores de todos os municípios da província, que este ano receberam o apelo de diversificarem nos seus desfiles, apresentando danças dos diferentes grupos etnolinguísticos da região.
    “Queremos realizar um desfile carnavalesco mais centrado na riqueza e diversidade das nossas tradições, no qual os valores culturais dos Lundas seja o cerne de cada canção e dança a ser apresentada, de maneira também a mostrarmos a angolanidade e sua importância aos presentes”, rematou.

     

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump é retirado de comício na Pensilvânia após disparos

    O ex-presidente americano Donald Trump, candidato à reeleição, foi retirado do palco neste sábado durante um comício na Pensilvânia,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema