Quinta-feira, Maio 30, 2024
17.1 C
Lisboa
More

    Acontecimentos da Baixa de Cassanje impulsionaram a luta de libertação nacional

    O governo provincial do Kwanza Norte considerou hoje, nesta cidade, os acontecimentos da Baixa de Cassanje como sendo um dos principais marcos da luta de libertação de Angola, porquanto despertaram a consciência de muitos nacionalistas que generalizaram a acção por todo o território nacional.

     Governador de Kwanza-Norte, Henrique André Júnior (ANGOP)
    Governador de Kwanza-Norte, Henrique André Júnior (ANGOP)

    A constatação vem expressa numa declaração divulgada por ocasião da celebração, neste sábado, do dia dos mártires da repressão colonial, em memória aos milhares de camponeses massacrados a 04 de Janeiro de 1961 pelo regime colonial português, naquele que é conhecido como o Massacre da Baixa de Cassanje.

    O documento do governo local lembra que o hediondo massacre ocorreu quando os camponeses da ex-Companhia de Algodão de Angola (COTONANG) exigiam ao governo português a isenção de pagamento de impostos, a abolição do trabalho forçado e a melhoria das condições de vida das populações.

    Esta acção dos camponeses, refere a nota, foi reprimida por milhares de soldados e polícias com bombardeamentos aéreos, causando aos manifestantes inúmeras perdas humanas, feridos, detenções e a fuga de muitos angolanos para os países vizinhos.

    Em reconhecimento a todos quantos prestaram as suas vidas em defesa da pátria, prossegue a fonte, o governo do Kwanza Norte não tem poupado esforços na criação de melhores condições para a dignificação dos antigos combatentes e veteranos da pátria, através da execução de políticas de apoio social, dimanadas das estruturas centrais e de iniciativas locais.

    No quadro das celebrações da data, decorreu neste sábado, em Ndalatando, uma romagem encabeçada pelo governador Henrique André Júnior, ao cemitério municipal, localizado no bairro da Kipata, durante a qual foi depositada uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido.

    Deputados, responsáveis partidários, membros do governo provincial, das Forças Armadas e da Polícia Nacional, autoridades religiosas e tradicionais, entre outros, tomaram parte da homenagem.

    O 4 de Janeiro de 2014 marca o quinquagésimo terceiro aniversário do Massacre da Baixa de Cassanje, cuja data é comemorada para homenagear todos quantos lutaram pela independência nacional e em defesa da soberania da nação. (portalangop.com)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    A opacidade da estratégia da OPEP de redução da produção de petróleo está a minar a credibilidade do cartel

    Ao tentar impressionar o mercado petrolífero através da adição de várias rondas de cortes cumulativos de produção, a estratégia...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema