Sábado, Março 25, 2023
15.9 C
Lisboa
More

    Alexandra Reis colocou o lugar na TAP à disposição – mas Pedro Nuno Santos recusou e falhou a oportunidade de poupar meio milhão de euros ao Estado

    Comissão de Inquérito da TAP teve acesso a um email em que a antiga gestora da TAP coloca o lugar à disposição de Pedro Nuno Santos, antes ainda de negociar saída com a companhia.

    Alexandra Reis enviou um email a Pedro Nuno Santos a 29 de dezembro de 2021 onde coloca o seu lugar à disposição, antes ainda de ter negociado a sua saída da companhia. A mensagem foi, segundo o grupo parlamentar do PSD, enviada esta quarta-feira à comissão parlamentar de inquérito. Os social-democratas requerem, “com caráter prioritário e de urgência”, a audição à CEO da TAP.

    O PSD apresentou esta quarta-feira um requerimento considerando “a informação recebida hoje pela Comissão de Inquérito da TAP, em que fica claro que o ex-ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos recebeu um email, a 29 de dezembro de 2021, em que Alexandra Reis colocava o seu lugar à disposição”.

    Segundo a informação disponibilizada na auditoria da Inspeção Geral de Finanças, a CEO da TAP só pediu a substituição da antiga administradora executiva a Pedro Nuno Santos, numa reunião virtual via Teams, no dia 4 de janeiro. A proposta foi formalizada por email no dia 18, seguindo-se negociações entre os advogados das duas partes.

    O acordo só foi fechado a 4 de fevereiro, depois de aprovado pelo ministro das Infraestruturas, com Alexandra Reis a receber 500 mil euros para sair da companhia. Um acordo que a auditoria da Inspeção Geral de Finanças considerou “nulo” na semana passada.

    Face à informação do email, o Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, apresentou na reunião da comissão parlamentar de inquérito um requerimento a pedir a audição “com caráter prioritário e de urgência” da CEO da TAP, Christine Ourmières-Widener.

    Os social-democratas solicitam também um conjunto de documentos que consideram que não foram disponibilizados com a auditoria da IGF:

    Troca de emails entre a TAP e o Secretário de Estado das Infraestruturas, referido nos anexos ao Relatório como documento 01A e que inclui, pelo menos, um documento em formato Powerpoint;
    Atas da Comissão Executiva da TAP SA e do Conselho de Administração da TAP SA e TAP SGPS relativa às divergências entre a CEO da TAP SA e Alexandra Reis, referido nos anexos ao Relatório como documentos O1C
    Extração das mensagens whatsapp entre a CEO da TAP e o Secretário de Estado das Infraestruturas, referido nos anexos ao Relatório como documento.

    Demais documentos fornecidos pelas partes ouvidas pela IGF, não constantes dos anexos ao Relatório.
    O requerimento será apreciado pela comissão parlamentar de inquérito na próxima quarta-feira, quando deverá ser aprovada a lista e ordem das audições.

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Líder do grupo Wagner desafia narrativa do Kremlin sobre “nazismo” na Ucrânia

    O líder do grupo paramilitar Wagner contrariou abertamente os principais aspetos da narrativa do Kremlin sobre a guerra na...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema