Radio Calema
InícioDestaquesGuerra russo/ucraniana: António Guterres alerta o mundo na abertura da Assembleia geral...

Guerra russo/ucraniana: António Guterres alerta o mundo na abertura da Assembleia geral das Nações Unidas

O secretário-geral da ONU declarou que a fractura geopolítica nunca foi tão forte desde a segunda guerra mundial. As declarações de António Guterres foram feitas na abertura da Assembleia geral das Nações Unidas que arrancou esta terça-feira em Nova Iorque.

“O nosso mundo está a viver grandes dificuldades”

Estas foram as palavras do secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres ao abrir a assembleia geral da ONU. Guterres e alertou que o mundo está “bloqueado por um disfuncionamento mundial colossal” e que esta semana será decisiva para tentar conter estes problemas.

Num momento em que a guerra russo/ucraniana continua, o secretário-geral da ONU deixou uma mensagem aos beligerantes “não podemos continuar assim”, tendo em conta a ausência do presidente russo, Vladimir Putin nesta cimeira.

Uma situação que levou António Guterres a qualificar de G-Nothing em referência ao G8, grupo das maiores potências mundiais que é agora o G7 depois da exclusão da Rússia, desde o início da invasão da Ucrânia.

O secretário-geral da ONU também fez referência a crise energética e alimentar que o mundo está a atravessar o mundo.

“Estas crises ameaçam o próprio futuro da humanidade e o destino do planeta” “Não nos iludamos. Estamos em mares agitados. Um Inverno de descontentamento global está no horizonte. Inverno de descontentamento mundial”.

Neste Âmbito de referir que nesta terça-feira em que falava na tribuna da ONU designadamente o presidente do Brazil e do Senegal, também deve se expressar o presidente francês cujo discurso deveria insistir sobre a possibilidade de prevenir a fracturação entre Norte e Sul.

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.