Radio Calema
InícioDesportoFutebolJGM almeja voltar às provas nacionais em 2023

JGM almeja voltar às provas nacionais em 2023

O JGM Académica Sport Clube do Huambo almeja voltar, em 2023, a competir no zonal de apuramento ao Campeonato Nacional de futebol da I divisão, Girabola, quatro anos depois da sua última participação.

A agremiação foi sancionada, em 2018, com dois anos de suspensão da participação em provas nacionais, pela Federação Angolana de Futebol (FAF), pelo facto de ter desistido, na mesma época, no Campeonato Nacional de futebol da I divisão (Girabola), por dificuldades financeiras.

A pretensão foi manifestada hoje, quinta-feira, pelo presidente e proprietário do clube desta região do Planalto Central, Jorge Mangrinha, em declarações à imprensa, quando falava sobre a situação da formação desportiva fundada há 24 anos.

Disse que depois da extinção do sanção, a direcção do clube trabalha, actualmente, na criação de condições para voltar a participar nas competições nacionais, concretamente na segunda divisão, com foco na ascensão ao Girabola 2023/2024, para além da Taça de Angola.

Conforme o dirigente desportivo, embora ainda não tenha começado a competir, por falta de dinheiro, a meta do clube passa em continuar a praticar desporto, enquanto factor de unidade nacional e de inserção de jovens em acções socialmente úteis,

Fundado a 12 de Maio de 1998, o JGM Académica Sport Clube do Huambo tem se destacado pela sua aposta nas infra-estruturas e na formação de atletas nas modalidades de futebol e atletismo, sendo que nesta última conquistou vários títulos nacionais, para além de ter cedido atletas para as selecções nacionais.

No futebol, o seu ponto alto foi a ascensão, pela primeira vez à I divisão, em 2016, prova que competiu em 2017 e 2018, altura que desistiu por dificuldades financeiras.

FonteAngop

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.