Radio Calema
InícioAngolaPolíticaEleições Gerais de 2022: Imprensa espanhola e colombiana confirmam credibilidade da INDRA...

Eleições Gerais de 2022: Imprensa espanhola e colombiana confirmam credibilidade da INDRA em processos eleitorais

A polémica em torno da INDRA, chega ao fim com a imprensa colombiana e espanhola a confirmarem a sua credibilidade nas eleições onde a mesma já realizou.

A Indra coordenou os recentes processos tecnológicos nas eleições presidenciais na Colômbia e nas eleições para o Parlamento da Andaluzia, em Espanha.

Em ambos os processos eleitorais, a Indra interveio com sucesso em termos de agilidade, transparência e suporte informativo ao cliente e aos media.

De destacar que quem perdeu rapidamente reconheceu os resultados e confirmou a transparência do processo eleitoral.

A Indra, empresa espanhola selecionada para desenvolver logística necessária para a realização das eleições gerais de agosto em Angola, garante que o processo será conduzido “de forma profissional e transparente”.

O comunicado da Indra, enviado recentemente à imprensa, surgiu depois da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) confirmar que a empresa foi escolhida, através de concurso público, para fornecer a solução tecnológica que engloba a contagem provisória e a contagem final de todos os votos registados nas eleições gerais.

A Indra refere no comunicado que a sua solução tecnológica “garante o cumprimento dos requisitos de transparência e de segurança exigidos por lei.
(DR)

Na altura, o porta-voz da CNE, Lucas Quilundo, disse aos jornalistas que o afastamento da outra empresa concorrente, SmartMatic, se deveu ao incumprimento das regras do concurso e descartou que a escolha da Indra comprometa a “lisura” do processo eleitoral, apesar da oposição angolana contestar a opção por alegações de fraude.

A Indra refere no comunicado que a sua solução tecnológica “garante o cumprimento dos requisitos de transparência e de segurança exigidos por lei, o que implica a redundância dos sistemas de computação, transmissão, processamento e divulgação de resultados”.

A empresa espanhola, que já organizou mais de 400 processos eleitorais nacionais e internacionais, com mais de quatro mil milhões de eleitores envolvidos, será também responsável pela aquisição, transporte e entrega de todo o material necessário para a realização destas eleições gerais.

A mesma empresa está encarregada de apoiar a CNE Angolana nas eleições de 24 de Agosto.

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.