Radio Calema
InícioMundoÁfricaAgência Humanitária Africana em debate na União Africana

Agência Humanitária Africana em debate na União Africana

A criação da Agência Humanitária Africana vai estar em debate na Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo que se realiza esta sexta-feira na Guiné Equatorial, especificamente sobre a situação humanitária em África. Entre outros líderes africanos vai estar o presidente cabo-verdiano, José Maria Neves que aplaude a medida da criação da Agência Humanitária Africana.

Na véspera da 15ª Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, que vai debater a mesa a criação da Agência Humanitária Africana, o Presidente da República, José Maria Neves, em entrevista à rádio pública cabo-verdiana disse que para além da mobilização de recursos, é preciso que a África tenha instituições que consigam dar máxima atenção à situação humanitária no continente.

“Face à situação humanitária no continente, devemos não só mobilizar recursos, mas criar instituições que possam gerir a situação. Há propostas sobre a mesa sobre a criação de uma Agência Humanitária Africana , penso ser uma excelente medida para não só mobilizar capacidades humanas e recursos financeiros, mas também criar as condições institucionais e políticas para que a África possa gerir a situação nos próximos tempos, tendo aliás em atenção que não sabemos quando é que a guerra na Ucrânia termina e quando também é que as situações de conflito no continente e as migrações poderão ficar resolvidas” explicou o presidente cabo-verdiano, José Maria Neves.

Para além de participar na Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo que se realiza esta sexta-feira na Guiné Equatorial, o presidente da República, José Maria Neves, participa em Malabo, no sábado, na 16ª Sessão Extraordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana sobre o Terrorismo e as Mudanças inconstitucionais de Governo em África.

Em Malabo, também estará o Presidente angolano João Lourenço para participar na cimeira humanitária e numa conferência sobre terrorismo e mudança inconstitucional de governo em África, promovidas pela União Africana.

FonteRFI

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.