Radio Calema
InícioCrónicas e ArtigosCOM OS MEUS BOTÕES: Samakuva pode voltar a "pelejar" com JLO em...

COM OS MEUS BOTÕES: Samakuva pode voltar a “pelejar” com JLO em 2022 – Filipe Eduardo

Quando faltam menos de dois meses para a convocação das eleições gerais em Angola, as principais forças politicas, nomeadamente o MPLA e a UNITA, aguardam, com muita ansiedade, o pronunciamento do Tribunal Constitucional para a validação das direções eleitas nos respectivos congressos, que coincidentemente tiveram lugar em Dezembro último.

De acordo com os ventos que sopram do Tribunal Constitucional, os relatores foram orientados no sentido de trabalhar, de forma afincada, para que até Abril, tudo esteja pronto para a apresentação dos tão aguardados acórdãos de validação, o que significa que antes de Maio, altura em que o titular do Poder Executivo deve convocar as eleições gerais de 2022, já serão conhecidos os candidatos das duas maiores forças políticas angolanas: JLO versus ACJ, JLO versus Samakuva, António Venâncio versus ACJ ou Venâncio versus Samakuva.

O presidente da República, João Lourenço, afirmou hoje esperar que Isaías Samakuva, que voltou à presidência da UNITA depois do afastamento de Adalberto da Costa Júnior, tenha “vindo para ficar”.
(DR)

Portanto, sobre o partido no poder, sabe-se que o militante António Venâncio remeteu ao Tribunal Constitucional um processo de impugnação por, segundo ele, ter havido irregularidades que facilitaram o seu adversário, para o caso, o actual presidente do partido. Contas feitas, a ser impugnado o conclave do MPLA, António Venâncio e JLO voltariam a concorrer, numa acção que colocaria o actual presidente do partido na “pol position” com grandes vantagens para arrebatar a victória e concorrer com o candidato da UNITA. E caso não haja outro conclave e o tribunal decidir o regresso à posição anterior, não haverá, para os “Camaradas”, nenhuma alteração, pois JLO seria na mesma o presidente.

Já com o partido dos “Maninhos”, a impugnação do conclave e o regresso à forma anterior, o Mais Velho Samakuva iria novamente à liderança da UNITA, para a satisfação de alguns membros desta formação política, conhecidos como samakuvistas, que têm o veterano como o seu cavalo de batalha.

Importa aqui recordar, que Isaías Samakuva assumiu a liderança da UNITA nos dois momentos mais importantes da sua já percorrida história pós-Savimbi, sendo o primeiro que se estendeu entre 2003 e 2012, começando precisamente com o início da transição imposta pela morte do doutor Jonas Malheiro Sidónio Savimbi.

E porque o tempo é aliado da razão, vamos todos, portanto os dois partidos políticos e o povo angolano, esperar o anúncio do Tribunal Constitucional para sabermos quem vai pelejar contra quem.

In Facebook

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.