Radio Calema
InícioPolíticaMPLAUíge: MPLA mobiliza população para o registo eleitoral

Uíge: MPLA mobiliza população para o registo eleitoral

Os habitantes do município de Quimbele, 260 quilómetros da sede da cidade do Uíge, estão a ser mobilizados sobre a importância de aderir massivamente ao Registo Eleitoral Oficioso para que possam nos próximos meses exercer o direito de voto sem sobressaltos.

O primeiro secretário provincial do MPLA no Uíge, José Carvalho da Rocha, que coordenou a campanha de mobilização, reuniu-se com milhares de habitantes na sede do município e transmitiu as vantagens de cada um actualizar o registo eleitoral, bem como aqueles que já completaram a idade para o efeito.

“Pedimos aos progenitores e outros familiares para que possam trazer ao registo eleitoral todos aqueles jovens que já completaram 18 anos de idade, para que em conjunto com os que mudaram de residência possam efectuar o seu registo eleitoral”, disse.

O primeiro secretário do MPLA no Uíge recomendou, também, aos responsáveis das organizações de base do partido, militantes e simpatizantes a serem exemplares e percorrerem porta-a-porta, transmitindo a importância de actualizar o registo eleitoral para que no momento certo ninguém fique fora do processo.

“Temos que mobilizar todos aqueles que por qualquer razão mudaram de residência para fazerem o seu Registo Eleitoral Oficioso. Esta é uma tarefa de todos os militantes, simpatizantes e amigos do MPLA. Vamos todos trabalhar primando pela união, coesão e participação activa no trabalho de mobilização para o êxito nos próximos desafios”, realçou.

José Carvalho da Rocha assegurou que o MPLA está a trabalhar no sentido de dar solução das várias dificuldades que a população enfrenta. Por isso, aconselhou os habitantes a não darem ouvidos aos “que só falam e não fazem”, mantendo a esperança e acreditando no programa do partido, por “este ser até ao momento o único no país capaz de resolver os problemas da população”.

“Aqui recebemos as preocupações da população e afirmamos que, independentemente das condições adversas impostas pela crise económica e agravadas com a situação da pandemia da Covid – 19, de forma paulatina, o partido tudo está a fazer para continuar a melhorar as condições de vida da população e garantir o desenvolvimento do país”, sublinhou.

Sobre o PIIM
Estão em construção na província do Uíge, desde 2020, 87 projectos sociais do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), destes, 16 já foram concluídos.

O político, que falava, sábado, no encontro de apresentação do grupo de acompanhamento provincial das actividades do MPLA, destacou a importância do governo local continuar a apostar na construção de mais infra-estruturas sociais, sobretudo dos sectores da Educação, Saúde, Agricultura e da Energia e Águas.

Para além dos projectos do PIIM, José Carvalho da Rocha referiu que estão em curso vários projectos do Programa de Combate à Fome e à Pobreza, assim como outras iniciativas de âmbito central.

Ao interagir com os militantes no município de Quimbele, José Carvalho da Rocha pediu maior apoio nas tarefas de construção nacional, justificando que a medida poderá promover um rápido desenvolvimento da província.

Por outro lado, José Carvalho da Rocha reconheceu o mau estado das vias de acesso às comunas, transportes para o escoamento dos produtos do campo para as principais zonas comerciais da província.

Em relação às eleições gerais previstas para este ano, pediu maior união dos militantes do partido, uma atitude que permitirá alcançar melhores resultados.

Na localidade de Quimbele, foram apresentadas as preocupações de se concluir duas escolas de sete e 12 salas de aula, assim como a reparação das estradas que ligam as comunas do Cuango, Alto Zaza e Icoca à sede municipal.

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.