Radio Calema
InícioDesportoOutras modalidadesDesporto no Huambo com dotação financeira de mais de Kz 122 milhões

Desporto no Huambo com dotação financeira de mais de Kz 122 milhões

A proposta orçamental da província do Huambo, para o exercício económico 2022, prevê uma dotação financeira acima dos 122 milhões de Kwanzas para a prática desportiva de alta competição.

A informação foi avançada hoje, sábado, pelo director do gabinete local da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Jeremias Piedade Chissanga, durante a mesa redonda alusivo ao Dia Nacional do Desporto, que se assinala no domingo (23).

Conforme o responsável, os agentes desportivos aguardam a aprovação da proposta pela Assembleia Nacional, com o objectivo de apoiar os clubes, equipas e organizações na promoção da massificação e desenvolvimento da prática desportiva.

Jeremias Piedade Chissanga considerou positivo o estado actual do desporto nesta região do país, embora admita haver um desequilíbrio muito grande em relação às projecções e perspectivas dos praticantes e amantes destas actividades.

Sustentou que a perspectiva que se tem sobre o passado, comparando com o presente, pode ser ilusória, na medida em que se baseia apenas em números em termos de existência de mais equipas e praticantes de várias modalidades, mas que nos tempos actuais existem resultados visíveis, que provam o muito que se tem feito.

Nesta conformidade, apontou a conquista, em 2021, de dez taças e várias medalhas de ouro, prata e bronze em competições nacionais e internacionais.

Referiu que o Governo do Huambo continua a envidar esforços juntos seus parceiros, para solucionar os problemas que ainda afligem o desporto nacional.

Entre as várias acções, destacou a construção e a requalificação de quadras desportivas pelas administrações municipais, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e do Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza (PIDLCP).

O presidente do Ferrovia do Huambo, Adriano Marques Catito, lembrou que o movimento desportivo que se registou no passado era fruto do apoio que as equipas tinham do antigo parque industrial, até então o segundo maior do país.

Por isso, defendeu a definição de estratégias capazes de garantirem inversão deste quadro, com apoio e patrocínio aos clubes, equipes e organizações desportivas, para além da aposta na formação dos agentes e atletas.

Já o presidente da Associação de Desporto de Pessoas com Deficiência, Jaime Loureiro, lamentou o facto de o desporto escolar ser praticado sem observância das limitações dos alunos com necessidades especiais.

O evento, com seis oradores, abordou o passado, o presente e o futuro no desporto na província do Huambo, para além de marcar o início do ano desportivo 2022, com homenagens a atletas, clubes e associações, pelo contributo na massificação, preservação e valorização do desporto durante o ano passado.

O Dia Nacional do Desporto, que se celebra a 23 de Janeiro de cada ano, é uma data estabelecida em 1980 pelo Governo angolano em consideração ao papel que as modalidades desportivas assumem na sociedade.

A mesma tem incidência na promoção, valorização e elevação dos níveis de desenvolvimento do homem, do associativismo, da sã convivência, da harmonia social, do reforço da identidade cultural, da consciência patriótica e da reconciliação e unidade nacional.

FonteAngop

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.