Radio Calema
InicioCrónicas e Artigos"Arruaceiros" que mudaram o mundo - Alves Fernandes*

“Arruaceiros” que mudaram o mundo – Alves Fernandes*

NELSON MANDELA e LULA DA SILVA, quando irradiavam calor e vigor na flor da juventude, eram considerados arruaceiros porque incendiavam pneus e apedrejavam polícias nas manifestações de protesto contra as injustiças que sufocavam os povos dos seus respectivos países.

MANDELA foi o preso político com mais tempo de cárcere em todo o mundo, tendo encaixado 27 anos de sevícias nas masmorras do regime anacrónico do apartheid, pelo simples facto de abraçar e liderar a luta contra a discriminação racial, em prol de uma África do Sul livre, democrática e enquadrada nos padrões universais do Estado de Direito.

LULA sofreu humilhações nos calabouços da ditadura militar no Brasil, na década de 1980, por ter liderado as maiores greves e manifestações de rua dos trabalhadores da indústria metalúrgica brasileira, que facturava milhões mas pagava míseros tostões, com base na lógica reinante naquela época, segundo a qual um operário jamais poderia ser considerado cidadão de pleno direito.

Mandela e Lula lutaram em geografias diferentes e em contextos distintos, mas pelos mesmos ideais: liberdade e justiça.

Depois da libertação inevitável, com a queda do regime do apartheid, Nelson Mandela ofereceu aos seus carrascos o perdão genuíno, uniu o seu povo sem qualquer discriminação e foi eleito Presidente da África do Sul, em 1994, o primeiro negro assumir a mais alta magistratura da Nação Arco-Íris, iniciando um processo histórico de reconciliação nacional para ajudar a sarar as feridas do passado.

Do outro lado do Atlântico, com o fim da ditadura militar, em 1985, Lula da Silva reorganizou o movimento sindical, consolidou o Partido dos Trabalhadores (PT) e foi eleito Presidente da República, em 2002, o primeiro operário a conquistar o Palácio do Planalto, tendo adoptado políticas públicas revolucionárias que retiraram 38 milhões de brasileiros da pobreza, abrindo as portas das universidades a centenas de milhares de jovens das famílias mais desfavorecidas. Lula e “sus muchachos” caíram nas teias da corrupção, nos banquetes palacianos, mas foram levados à justiça, em nome do povo.

NELSON MANDELA e LULA DA SILVA, quando irradiavam calor e vigor na flor da juventude, eram considerados arruaceiros porque incendiavam pneus e apedrejavam polícias nas manifestações de protesto contra as injustiças.
(DR)

NELSON ROLIHLAHLA MANDELA, ou melhor, MADIBA, teve um percurso imaculado. Impediu quaisquer actos de vingança na nova África do Sul, protegeu os alicerces da economia mais pujante do continente africano e, pelo seu exemplo, foi elevado à categoria de herói universal, venerado nos quadro cantos do mundo.

LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, do seu jeito, mudou paradigma da política brasileira, fez estremecer os pilares da aristocracia nas Américas e no Velho Continente e tornou-se um ícone e até chegou a ser caso de estudo em algumas universidades.

MANDELA partiu para a eternidade em Dezembro de 2013, aos 95 anos, deixando para a humanidade um rico legado de infinita nobreza. LULA, apesar de ter sido muito acossado pela justiça, devido à corrupção dos seus camaradas, acabou sendo ilibado, depois de uma temporada na prisão, por ausência de provas de todos crimes de que foi acusado. Agora, está em vias de regressar à vida política activa, aos 76 anos, numa altura em que o Brasil precisa de se reencontrar.

Com percursos políticos distintos e desfechos diferentes (Mandela foi distinguido com honra e glória nos cincos continentes, mas Lula ainda está vivo e poderá limpar as nódoas da fase final da sua governação), ambos engajaram a irreverência da juventude na luta por um mundo melhor, tendo sido protagonistas de mudanças históricas nos seus respectivos países.

Afinal, os jovens considerados arruaceiros nestes tempos nebulosos podem estimular ventos bonançosos para que a barcaça do bem comum seja conduzida a bom porto, com a sabedoria dos mais-velhos e a valentia das novas gerações. Há dúvidas?

* Jornalista

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.