Radio Calema
InicioMundo LusófonoMoçambiqueCongresso do MDM: Secretário-geral pede união, concórdia e coesão interna do partido

Congresso do MDM: Secretário-geral pede união, concórdia e coesão interna do partido

O secretário-geral do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), José Domingos, encorajou nesta sexta-feira, 3, a promoção de união, concórdia e coesão interna para o fortalecimento dos alicerces da terceira força política moçambicana face aos próximos desafios eleitorais.

José Domingos, que falava na abertura do terceiro Congresso do MDM, que arrancou nesta sexta-feira, 3,na Beira, afirmou que o partido precisa se inspirar nos ideais do líder e fundador, Daviz Simango, e se preparar para os próximos desafios “que não serão poucos e nem fáceis”.

“Temos ainda o desafio de manter a Beira (Sofala), recuperar os municípios de Gurué e Quelimane (Zambézia) e Nampula e conquistar os outros”, inspirado nos ideais de Daviz Simango, “que deixou lições de tolerância e harmonia na diversidade de ideias”, frisou.

O também deputado do MDM vincou que o ensinamento de Daviz Simango, a quem considerou “mestre do pensamento africano invulgar”, por ter sido um dos 50 líderes mais influentes de África, segundo ele, disse que “o partido deve ser a alternativa para a população alcançar um país de justiça social”.

Ao passar em revista a situação do país, José Domingos considerou que Moçambique está debaixo de uma adversidade combinada dos efeitos da pandemia da Covid-19 e do terrorismo, que afecta os distritos de norte de Cabo Delgado, o que “aumentou a pressão sobre a vulnerabilidade” das condições socioeconómicas das famílias moçambicanas, que “já viviam em situação de pobreza”.

O secretário-geral defendeu que os congressistas devem discutir soluções adequadas para o país, face à “corrupção generalizada, crimes organizados transnacionais, raptos, impostos e sufocantes aos bolsos da maioria dos cidadãos”, o que torna “a vida mais insuportável”.

O congresso de três dias vai eleger o sucessor de Daviz Simango, entre Lutero Simango, chefe da bancada parlamentar, José Domingos, secretário-geral e Silvério Ronguane, deputado.

O MDM realiza este Congresso sob o lema, “MDM mais forte, coeso, por um Moçambique para todos, inspirado nos ideais de Daviz Simango”.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.