Radio Calema
InicioAngolaSociedadeChuva mata 62 pessoas no Huambo

Chuva mata 62 pessoas no Huambo

Sessenta e duas pessoas morreram e outras 55 ficaram feridas, em consequências das chuvas, acompanhadas de trovadas e rajadas de vento, que se abateram na província do Huambo, entre Novembro de 2020 à presente data.

Os dados foram tornados públicos hoje, terça-feira, pelo comandante local do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, comissário bombeiro José Pinto, durante o acto comemorativo ao 40º aniversário deste do órgão do Ministério do Interior, assinalado a 30 de Novembro.

Segundo o responsável, as intensas chuvas provocaram, igualmente, a morte de 14 cabeças de gado bovino, para além da destruição total de 317 casas e outras 650 parcialmente, deixando, deste modo, quatro mil e 550 pessoas ao relento.

Para além das residências, disse, foram ainda destruídas diversas infra-estruturas, com realce para 11 escolas do ensino primário, três pontes, 27 templos de igreja, dois mercados e três estabelecimentos.

Nesta conformidade, o responsável recomendou a instalação de pára-raios nos edifícios públicos e locais de maior concentração de pessoas, em cumprimento do Decreto Presidencial nº29/15, de 13 de Janeiro, que estabelece a protecção obrigatória contra descargas atmosféricas.

Situada no Planalto Central de Angola, com uma área de 35.771 quilómetros quadros, vivem na província do Huambo, cujo período chuvoso do ano dura aproximadamente nove meses, de 15 de Agosto a 15 de Maio, mais de dois milhões e 500 mil habitantes, distribuídos em 11 municípios.

Tem um clima tropical com uma temperatura média de 20.2 °C. Dezembro é o mês mais quente do ano, enquanto o de Agosto tem uma temperatura média de 18.2 °C, sendo a mais baixa do ano.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), cujo acto do seu 40º aniversário decorreu sob o lema “Pela protecção das comunidades e segurança do património”, é o órgão do Ministério do Interior criado para coordenar a actividade de prevenção e socorro, em caso de calamidades, inundações, incêndios, naufrágios, acidentes de viação, ferroviários e de aviação em todo território nacional.

Além deste, o Ministério do Interior, enquanto órgão da administração central do Estado responsável pela execução das políticas de segurança pública, conta ainda com a Polícia Nacional, Serviço de Investigação Criminal (SIC), de Migração e Estrangeiros (SME) e Serviço Penitenciário (SP).

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.