Radio Calema
InicioCovid-19Covid-19: Presidente português elogia medidas adoptadas por Angola

Covid-19: Presidente português elogia medidas adoptadas por Angola

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou, neste sábado, em Luanda, as medidas adoptadas por Angola para a prevenção e combate à Covid-19.

Ao falar à imprensa após visita ao posto de vacinação de alto rendimento Paz Flor, o chefe de Estado português disse ser positiva a medida do governo angolano consubstanciada na aplicação de restrições e protecção das fronteiras com os países da região face a circulação da nova variante da Covid-19.

Marcelo Rebelo de Sousa considera positivas as medidas adoptadas por Angola para a vacinação da população, mesmo estando melhor que muitos países de África e do mundo.

Conforme o estadista, a prevenção contra a Covid-19 consiste, entre outras medidas, na vacinação da população e Angola está a seguir este caminho.

Disse que Portugal tem uma grande honra em apoiar Angola no combate à Covid-19, com aproximadamente 920 mil doses de vacina da Astrazeneca, sendo que a meta é atingir até um milhão e 800 mil doses.

Apelou a população angolana a deslocar-se aos postos de vacinação.

Em relação à Presidência de Angola na CPLP, disse ser positiva, apesar de se estar no início do mandato, apontando o facto de ter sido, entre outros, ratificado o acordo de mobilidade.

Por sua vez, o ministro de Estado e Chefe da Casa Militar da Presidência da República, Francisco Furtado, informou que Angola está neste momento com mais de cinco milhões de pessoas por receber a segunda dose da vacina.

O apelo do Presidente Português, conforme o governante, poderá motivar mais as pessoas a comparecerem nos 73 postos de alto rendimento e cerca de 190 postos de resposta rápida da vacinação em todo país.

Francisco Pereira Furtado reafirmou a preocupação do Governo angolano na tomada de decisões antecipadas para contrapor a propagação do vírus.

“É neste sentido que foi actualizado o Decreto Presidencial sobre o estado de Calamidade Pública, que vigorará a partir das 00:00 do dia 30 de Novembro até ao dia 5 de Janeiro de 2022”, apontou.

Entre as medidas anunciadas estão o encerramento das fronteiras aéreas com os países da região Austral afectados pela nova variante da Covid-19.

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, agradeceu ao governo português pelo apoio prestado a Angola.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.