Radio Calema
InicioAngolaPolíticaCom garantias da PGR: Rui Galhardo "ressuscita" queixa-crime contra Adalberto Costa Júnior

Com garantias da PGR: Rui Galhardo “ressuscita” queixa-crime contra Adalberto Costa Júnior

O autor da queixa-crime contra o presidente destituído da UNITA, Rui Manuel Galhardo da Silva, insistiu, hoje, 19, que Adalberto da Costa Júnior irá mesmo responder por tentativa de homicídio.

Em entrevista a televisão pública, à saída da PGR, Rui Galhardo garantiu que a queixa-crime apresentada contra o então Presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior nunca foi arquivada conforme tinha sido afirmado em Outubro do ano em curso, pelo porta-voz da Procuradoria da República, Álvaro João à imprensa.

Galhardo que tem tido sempre os microfones da TPA aberto para apresentar a sua versão dos factos, sem que o acusado se pronuncie, disse mesmo que recebeu garantias do Procurador-Geral da República que o seu caso vai avançar e que Adalberto Costa Júnior será levado às barras do tribunal.

Não obstante a PGR ter garantido que arquivou a queixa-crime contra Adalberto Costa Júnior, pelo facto de esta “não ter pernas para andar”, Rui Galhardo insiste, entretanto, no sentido no contrário, garantindo que as suas testemunhas já foram ouvidas faltando apenas as pessoas que o queriam linchar, incluindo Adalberto Costa Júnior, que depois de ser ouvido poderá, na viva convicção de Galhardo, vir a ser constituído arguido”.

A 19 de Outubro de 2021, o porta-voz da PGR, Álvaro João, garantiu que a queixa-crime apresentada por Rui Galhardo,antigo militante da UNITA contra Adalberto Costa Júnior, por alegada tentativa de homicídio, tinha sido arquivada.
(DR)

Em relação as ameaças que diz ter sido alvo, Rui Galhardo acusou cidadãos alguns apoiantes de Adalberto Costa Júnior, a quem prefere tratar por radicais.

Entretanto, Galhardo denunciou que tem sido aliciado para desistir do processo por pessoas ligadas a Adalberto Costa Júnior, garantindo que o seu problema não é com a UNITA, mas sim, com o actual candidato único do maior partido da oposição.

Ouvido à respeito pelo Portal de Angola, o jornalista Ilídio Manuel disse que este processo pode ter caris político para afastar o candidato da UNITA à liderança do Galo Negro.

Ilídio Manuel, que também é analista político chamou igualmente atenção para o silêncio da Procuradoria-Geral da República sobre o assunto, numa altura que o seu porta-voz já tinha dito à imprensa que o caso teria sido arquivado e não tinha pernas para andar.

O caso ganhou repercussão em Março deste ano, depois de Rui Galhardo, antigo militante da UNITA, ter apresentado a queixa-crime. Segundo o queixoso, Adalberto Costa Júnior terá incitado militantes do partido para o agredir na província do Uíge.

À data dos factos, Rui Galhardo usou as suas redes sociais para dar a conhecer que a investigação estava em curso e o processo já tinha, inclusive, um número.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.